Tony Goes

BBB 21: Carla Diaz no Quarto Secreto muda o jogo, mas será o suficiente?

Reality precisa inventar uma nova narrativa para seguir interessante

Carla Diaz faz cara de desapontamento no quarto secreto do BBB
Carla Diaz no Quarto Secreto do BBB 21 - Reprodução
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Estamos quase na metade da temporada. A 21ª edição do Big Brother Brasil estreou há seis semanas, faltando outras oito para a grande final. E, como em qualquer novela, depois de um começo tempestuoso veio a bonança. A barriga.

Era previsível. Os primeiros dias foram intensos demais e não havia como manter o fogo alto por mais tempo. O público logo identificou os vilões do chamado Gabinete do Ódio, e foi eliminando um por um: Nego Di, Karol Conká, Lumena. Sobrou Projota dentro da casa, ainda crente que está abafando.

Com isso, a primeira grande narrativa do BBB 21 foi encerrada. Quatro dos nove integrantes negros deste ano se mostraram intolerantes e mesquinhos, às vezes usando o discurso identitário por razões egoístas. A vítima preferencial foi outro negro, Lucas Penteado, que saiu literalmente batendo a porta. Espectadores e anunciantes não gostaram do que viram e não perdoaram os culpados.

Bem-feito para eles, mas coitadinhos de nós. Sem malvados, o jogo fica chocho, e as discussões, que poderiam refletir os grandes temas que afligem a sociedade, se apequenam. Os brothers voltam a brigar porque alguém esqueceu de lavar a louça, ao invés de debater o racismo ou a homofobia.

Boninho, experiente que só ele, já previa isso e anunciou há alguns dias que um Paredão falso iria acontecer na sexta semana, sem nem saber quem ainda estaria na casa. Foi uma decisão acertada. Carla Diaz foi a escolhida da audiência para passar alguns dias no Quarto Secreto. Quando voltar à disputa, o BBB 21 deve tomar um novo rumo.

A ex-Chiquitita era forte candidata a samambaia do ano. Teve atuação discreta nas primeiras semanas sem nenhum posicionamento forte. Nem mesmo quando Karol Conká a interpelou, com ciúmes equivocados de Arcrebiano, Carla reagiu à altura. É até compreensível: a atitude da rapper foi tão inexplicável que ninguém entendeu o que estava acontecendo.

Outro mistério da temporada é a atração que a atriz sente por Arthur. O crossfiteiro capixaba é uma das pessoas mais desinteressantes a passar por Curicica nesses 20 anos de programa, mas Carla enxergou nele um namorado em potencial. Não foi correspondida. Arthur, o Anjo da semana, até deu uns beijinhos nela. Mas, quando pôde demonstrar sua devoção à amada, preferiu imunizar Projota, com quem tem um forte “bromance”.

Na sequência, o líder Rodolffo inverteu o sentido da traição e acusou Carla Diaz de não ser fiel ao amado. Despachou-a ao Paredão. Emergia ali uma nova narrativa: os boys-lixo da casa se unindo para eliminar as fadas sensatas. Deu fragorosamente errado no ano passado e vai dar de novo este ano, mas os boys não aprendem.

Nesta terça (9), Carla reagiu com dignidade e poucas lágrimas ao escutar seu nome anunciado por Tiago Leiffert. Abraçou um por um de seus algozes, inclusive Arthur, que rezava para a terra se abrir e tragá-lo para dentro, de tanta vergonha que sentia.

Uma vez no quarto secreto, uma aliviadíssima Carla logo fez uso dos cards que lhe dão direito a ouvir a transmissão do pay-per-view pelo Globoplay. Fez bem, descobrindo na hora as reais intenções de seus colegas. Promete uma volta por cima, que deve acontecer até o fim desta semana.

Mas será o bastante? Até aqui, Carla Diaz não demonstrou possuir uma personalidade chegada aos confrontos. E confronto é tudo o que o BBB 21 precisa neste momento para não desaguar na pasmaceira. Se ela voltar a se portar como a garota meiga que não quer briga com ninguém, o programa já era. Portanto, torçamos pelo pior.

Tony Goes

Tony Goes tem 60 anos. Nasceu no Rio de Janeiro, mas vive em São Paulo desde pequeno. Já escreveu para várias séries de humor e programas de variedades, além de alguns longas-metragens. E atualiza diariamente o blog que leva seu nome: tonygoes.com.br

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem