Tony Goes

'No combate ao coronavírus, sou do Ciência Futebol Clube', diz Otaviano Costa

Apresentador do Extreme Makeover conta o que anda fazendo durante a quarentena

Otaviano Costa
Em seu estúdio, o OtaLab, Otaviano Costa comenta: “No combate ao coronavírus, eu sou do Ciência Futebol Clube” - Dessa Pires/Divulgação

Otaviano Costa está feliz e frustrado ao mesmo tempo. Feliz porque seu programa Extreme Makeover, exibido pelo GNT, é um sucesso de audiência e já tem a segunda temporada confirmada. E frustrado porque, dos dez episódios previstos para a primeira fase, só oito puderam ser gravados, antes que a pandemia de Covid-19 nos forçasse a todos ao confinamento.

“Eu tenho a sensação do cumprimento do dever, mas estou muito preocupado com as pessoas envolvidas na produção”, conta ele por telefone, referindo-se aos profissionais freelancers que, de uma hora para outra, ficaram sem trabalho. “Mas, se Deus quiser, voltaremos a gravar no segundo semestre”.

Extreme Makeover – Home Edition é um formato internacional da produtora Endemol Shine –a mesma que criou o Big Brother Brasil. É um reality de reforma: a cada episódio, uma casa passa por uma transformação radical. Problemas estruturais são sanados, cômodos são renovados e lágrimas de agradecimento correm no final.

“O programa grava dois episódios ao mesmo tempo. Nós 'disparamos' duas casas simultaneamente. Enquanto eu mergulho na história das famílias, começam as obras. Temos que demolir e refazer tudo em dez dias! Nos Estados Unidos é muito mais fácil, porque lá muitas paredes são feitas de dry-wall”.

A versão brasileira da atração marca a volta de Otaviano à telinha, menos de um ano depois do apresentador não renovar contrato com a Globo.


“O meu foco era o digital. O meu canal no YouTube”, conta ele, que se desligou da rádio Globo ao mesmo tempo em que saiu da emissora de TV. “Queria ter a liberdade de explorar essas novas plataformas. Fui sondado por outros canais, mas nada me interessou muito. Aí, quando surgiu o convite do GNT, eu não resisti. Sou filho de engenheiros, sempre adorei este assunto. Além disso, eu desenho bem e tenho uma boa visão espacial”.

Otaviano construiu seu próprio estúdio em um shopping na Barra da Tijuca, o mesmo bairro do Rio de Janeiro onde ele mora com a mulher, a atriz Flávia Alessandra, a filha Olívia (9) e Giulia (20), filha de Flávia com o falecido ator e diretor Marcos Paulo.

O OtaLab, como o espaço foi batizado, tem 200 m2 e pode ser usado tanto para gravar vídeos como para produzir programas radiofônicos. Mas, nesta pandemia, Otaviano só tem ido lá uma vez por semana.

“Passo 90% do meu tempo em casa”, prossegue ele. “Mas não estou parado. Continuo produzindo conteúdo patrocinado para algumas marcas, além de eventos corporativos online. Estou envolvido com a ONG Corrente do Bem, voltada ao pequeno empreendedor. E a Flávia segue trabalhando para a Brazil Foundation”, uma outra organização dedicada à ação social. “Ah, e para ajudar os restaurantes, estamos pedindo muito delivery!”.

Flávia e Otaviano acharam que ficariam um tempo sem se ver. Ao mesmo tempo em que ele começava a gravar Extreme Makeover em São Paulo, em janeiro, ela voltava às novelas com “Salve-se Quem Puder”. Mas o afastamento durou pouco, é claro, por causa do novo coronavírus.

Pergunto a ele o que está achando das regras de confinamento.

“É preciso respirar muito fundo nesse momento, porque estamos em guerra contra o invisível. A ciência tem que ser suprema. É ela quem tem que ditar as regras”. E conclui: “na pandemia, eu sou do Ciência Futebol Clube”.

O canal GNT exibe um episódio inédito de Extreme Makeover Brasil toda terça, às 21h30, com algumas reprises ao longo da semana. Além do público, o programa atrai muitos anunciantes: por isto mesmo, está sendo cotado para a grade da Globo, a partir de 2021.

Tony Goes

Tony Goes tem 58 anos. Nasceu no Rio de Janeiro, mas vive em São Paulo desde pequeno. Já escreveu para várias séries de humor e programas de variedades, além de alguns longas-metragens. E atualiza diariamente o blog que leva seu nome: tonygoes.com.br

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem