Tony Goes

Isabela Garcia, mais uma cinquentona dispensada pela Globo

A atriz Isabela Garcia no primeiro dia desfile do Fashion Rio em 2010
A atriz Isabela Garcia no primeiro dia desfile do Fashion Rio em 2010 - Mastrangelo Reino/Folhapress


Pouco antes da virada do ano, Isabela Garcia contou em seu perfil no Instagram que estava saindo da Globo. Como acontece com muitos dos contratos com a emissora, o dela também venceu no dia 31 de dezembro — e não foi renovado.

A notícia repercutiu na internet no dia 1o de janeiro. Afinal, a trajetória de atriz se confunde com a da própria Globo. Isabela estreou em frente às câmeras em 1971, com apenas quatro anos de idade, fazendo uma das filhas de Fernanda Montenegro no especial "Medeia" (sim, houve um tempo em que a TV adaptava os clássicos do teatro grego).

De lá para cá, foram dezenas de personagens em novelas e minisséries, além de um sem-número de participações nos mais diversos programas. Isabela, que nunca trabalhou em outra emissora, era a quintessência da prata da casa. Por isto, seu desligamento foi uma grande surpresa.

E também não foi. Pode-se até dizer que já era esperado: afinal, a última novela de Isabela foi "Êta Mundo Bom", que terminou em 2016. Além disso, ela acaba de completar 50 anos de idade — uma faixa etária que tem se revelado perigosa para as atrizes globais.

Maitê Proença e Carolina Ferraz são dois outros nomes que não tiveram seus contratos renovados em 2017, depois de décadas na emissora. Uma das razões é bem prosaica: simplesmente não existem muitos papéis para as mulheres de meia-idade na nossa teledramaturgia. As protagonistas costumam ser mocinhas com menos de 30 anos, e muitas veteranas se veem relegadas a interpretar as mães dessas meninas.

A outra razão é conjuntural. A Globo está passando por uma reformulação total de sua área artística. Não são apenas atores que vêm sendo dispensados: roteiristas, diretores e pessoal de escritório também são vítimas deste processo de enxugamento.

Parece cruel, mas qualquer empresa precisa racionalizar seus custos. E a Globo tinha muita gente contratada, mas muita mesmo, que passava longos períodos fora do ar. Em tempos de vacas gordíssimas, este luxo podia ser mantido. Esses tempos acabaram.

O final do contrato de Isabela Garcia não significa que não a veremos mais na telinha. A própria Globo deve convocá-la em breve, assim que surgir um personagem que se adeque à atriz. É desse jeito que funcionam as televisões e produtoras do mundo inteiro, e não há razão para ser diferente no Brasil.

Mas não deixa de ser estranho pensar que um dos rostos mais emblemáticos da Globo não faz mais parte dos quadros da emissora. O novo tempo já começou.


Tony Goes

Tony Goes tem 56 anos. Nasceu no Rio de Janeiro, mas vive em São Paulo desde pequeno. Já escreveu para várias séries de humor e programas de variedades, além de alguns longas-metragens. E atualiza diariamente o blog que leva seu nome: tonygoes.blogspot.com

Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem