Publicidade

Projeção aponta 2013 como pior ano da Globo em ibope

18/10/2013 - 15h16

Publicidade

Por mais poderosa que seja, e por mais que elogie e divulgue sua própria programação em seus inúmeros veículos e programas, a TV Globo continua perdendo audiência. E isso tanto na Grande São Paulo como no chamado Painel Nacional de Televisão (PNT), que mede o ibope nas principais regiões metropolitanas do país. Projeção feita por especialistas em ibope, a pedido desta coluna, aponta que a emissora deve ter em 2013 o seu pior ano de ibope. Vejam alguns dados. O horário estudado vai das 7h à 0h.:

MADEEEIRAAAAAAA...

Dez anos atrás, em 2003, a Globo teve 21 pontos de média na Grande SP. Deve chegar a dezembro com apenas 14. Ou seja, perda de mais de 30%, ou um em cada três telespectadores em média. No PNT, dez anos atrás, a média fechou em 22,7 pontos. Este ano deve terminar com 16,4. E olhem que em 2012 a Globo já tinha registrado seu pior ibope nacional histórico: 17 pontos.

LIDERANÇA INTACTA, MAS...

É justo lembrar que, a despeito da queda, a Globo permanece líder isolada e com folga sobre a concorrência. Óbvio, há um componente histórico inestimável nessa liderança: a Globo nunca teve concorrência, até 2006. A emissora é líder desde os anos 70, e usa sua quase infinita infraestrutura para se divulgar.

COMO JÁ DISSEMOS...

...nesta coluna, vejam a quantidade de programas da Globo que usam como matéria-prima seu próprio elenco e programação ("Encontro com Fátima", "Vídeo show", "Estrelas" etc.). Além disso, a emissora também teve papel fundamental na origem da TV paga no Brasil, como parceira da Net, da Sky etc. Além da Globo aberta, a emissora-empresa se expandiu antes de todo mundo na TV paga, com os canais Globonews, Multishow, GNT, canais Telecine (parceria da Globosat com os estúdios MGM, Paramount, Fox e Universal), SporTVs, e mais recentemente Viva, Gloob etc... Todos muito bem posicionados no chamado line-up das operadoras.

VEJA AS MÉDIAS ANUAIS DE IBOPE

Ibope da Globo na Grande SP (cada ponto vale atualmente por 62 mil domicílios; o valor de cada ponto muda de acordo com dados do censo feito pelo IBGE, mas a proporção é válida para todos os canais; no PNT, cada ponto vale por 204 mil domicílios).

Globo GSP

2003 - 21 pontos

2004 - 21,7 pontos

2005 - 21 pontos

2006 - 21,4 pontos

2007 - 18,7 pontos

2008 - 17,4 pontos

2009 - 17,4 pontos

2010 - 16,5 pontos

2011 - 16,3 pontos

2012 - 14,7 pontos

2013 - 14,4 pontos*

*projeção, arredonda-se para 14

CABE PERGUNTAR...

Pode ser coincidência, mas a queda da Globo coincide com vários "eventos": por exemplo, a explosão da internet no Brasil; também o surgimento da primeira grande rede social mundial (Orkut) e o investimento bilionário feito pela concorrente Record, que criou o lema "caminho da liderança" em meados dos anos 2000. Desde 2003, nacionalmente, a Record subiu 50% em audiência e 60% em share (participação no universo de TVs ligadas). Na Grande São Paulo, subiu 75% em audiência e 80% em share.

Detalhe, a emissora de Edir Macedo fechou 2012 com 6,2 pontos, das 7h à 0h, na Grande São Paulo. E a projeção para 2013 aponta para estabilidade nesse índice, pode ficar entre 6,1 e 6,2 pontos.

No Painel Nacional de Televisão, a Record deve ir de 6 pontos, em 2012, para uma projeção entre 5,6 e 5,7, neste ano.

CONCORRENTE

Em que pé estaria a Globo se não tivesse passado tantas décadas como "Vênus" intocável, sem concorrência, é algo a se especular. Afinal, foram cerca de 40 anos sem ser molestada. E foram ainda quase duas décadas de liberdade total na TV paga, beneficiando a si própria e a seus produtos. Sem falar em suas revistas, rádios, colunas e sites que também trabalham no esquema "elogios para a nossa Globo, ataques (ou nada) para a concorrência"...

ISSO SEM CITAR...

... o mercado publicitário, que ainda vive a seus pés, pois, afirma que, mesmo com ibope menor, a emissora "entrega" ("dá retorno publicitário ao anunciante"). Até onde essa queda vai, porém, ninguém pode prever ou projetar.

PRESSÃO

É grande a pressão na Record para que Ana Hickmann não só faça as pazes com Adriane Galisteu, mas ainda a entreviste. No ano passado, Galisteu fez um comentário infeliz, dizendo que Hickmann se tornaria uma "pessoa melhor" quando tivesse um filho. Na verdade, ela não quis ofender a colega, mas o palavreado saiu torto e magoou Ana. E enfureceu seu marido.

MADAME TUSSAUD VERDE-AMARELA

Hebe Camargo pode virar museu. Claudio Pessutti, seu sobrinho e empresário (por quase duas décadas) tem procurado um imóvel ideal para o projeto em São Paulo. Ela merece.

CADÊ?

O desenho "South Park" desapareceu dos canais pagos Comedy Central e VH1. Motivo: a proprietária do Comedy e do VH1, a Viacom, quer o desenho só para a MTV no Brasil. Comedy e VH1 chegavam a exibir 20 episódios por dia do (ótimo) desenho.

ATÉ QUANDO, SENHOR...

...o History Channel vai reprisar a mesma meia dúzia de episódios de "O Infiltrado"? Deus do céu...

SOOOOOBE!

"Meu Gato Endiabrado", do Animal Planet

Jackson Galaxy é o "Cesar Millan" dos gatos e faz milagres com qualquer felino. O programa é uma daquelas coisas que faz valer a pena pagar para ver TV.

DEEEEESCE

Paula Lavigne

Sua participação no "Saia Justa" foi lamentável e seus argumentos em "defesa da privacidade" de seus clientes desmoronam diante de qualquer sopro de liberdade. Afinal, o que tanto essas estrelas da MPB querem impedir alguém de publicar? Todas as bobagens já não foram ditas nos palcos ou para os próprios jornalistas? Há alguma novidade em termos de baboseira? Falando em baboseira, o que era aquele modelito horroroso da sra. Lavigne?. Hehehehehehe...

:-P´

Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin, 51, é colunista do "F5", site de entretenimento da Folha, e também colunista do UOL, onde apresenta o programa "Ooops!" às terças. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros.

  • Últimas notícias 
  •  

Publicidade

Publicidade

gostou? leia também

  •  

Publicidade

Siga agora o F5 no Twitter

Livraria da Folha