Ricardo Feltrin

Helen Ganzarolli pede aumento a Silvio Santos e ouve sonoro "não"

Toda pimpona, a morena Helen Ganzarolli pediu uma "audiência" com Silvio Santos na semana passada, no Complexo Anhanguera. Silvio não costuma receber muita gente, mas aceitou o pedido de sua ajudante de palco. A conversa não durou nem cinco minutos. Rapidamente, Silvio percebeu que Helen estava lá pedindo aumento salarial porque vai começar a apresentar esta semana um novo reality show sertanejo na emissora.

MTV dispensa VJs recém-contratados e encerra programas
Após reclamações, "Amor à Vida" ganha personagem negra
Sophie Charlotte posa de calcinha para revista; veja

COMO FOI O DIÁLOGO

"O quê? Um aumento? Mas você ganha muito bem, já trabalha aqui há um tempão! Nada disso!"

"Mas, Siiiiiiiilvio, é outro programa", Ganzarolli fez beicinho, na tentativa de comover o patrão.

"Não, senhora. Sem aumento. Se não estiver satisfeita pode procurar outra emissora", bradou o dono do SBT.

"Snif, snif...", fechou a porta, choramingando, e foi embora Helen Ganzarolli.


CONSPIRADORES COM TEMPO DE SOBRA

Ontem já começavam circular emails anônimos na internet avisando que Gugu Liberato deixou a Record porque vai ser candidato a Presidência da República em 2014.

Faz-me rir.

POR OUTRO LADO...

Não anda nada às mil maravilhas a relação entre o governo federal e a Record. A Record achou que apoiando Lula, e depois Dilma, incondicionalmente, teria certas vantagens --de notícias exclusivas a mais dinheiro em propaganda federal. Como sabem, a verba federal destinada à Record não só não aumentou como caiu. Diz a lenda, a Record chegou a enviar sinais de ameaça ao governo, sinalizando que passaria a fazer reportagens investigativas (sic) também contra o governo Dilma. Fontes muito bem informadas em Brasília garantiram a esta coluna que a resposta foi: Se vocês (Record) nos atacarem, colocamos em votação no dia seguinte a lei que proíbe emissoras de alugar horários para terceiros --inclusive igrejas.

E ASSIM...

...todos continuaram a viver infelizes para sempre.

MERCADO ABERTO

Duas produtoras gigantes da área de entretenimento estão se unindo para abocanhar o máximo possível do mercado brasileiro, agora sob a lei das cotas nacionais. A parceria é entre a norte-americana Genetic Entertainment e a brazuca Einstein Multimedia.

TÁ TODO MUNDO...

...de olhinho gordo no efervescente mercado televisivo brasileiro. A Lei da Cota Nacional foi literalmente uma mão na roda para as produtoras --mesmo as mais pequeninas e com as piores ideias possíveis.

MÁGOA

Renato Aragão ainda não se conforma com a forma como foi tratado pela Globo. Limado da grade de programação, o humorista acha que merecia um pouco mais de respeito. Por exemplo, ter sido avisado com mais antecedência, ter a chance de fazer um programa de despedida etc. Mesmo assim, deve apresentar o "Criança Esperança" em agosto.


SOOOOOOOBE!

Luciana Gimenez

Tudo bem, é uma fase de testes, ela ainda não está efetivada, mas citem algum artista brasileiro que conseguiu aparecer numa rede do porte da norte-americana ABC? Goste-se ou não dela, Luciana Gimenez tem traquejo como apresentadora, é divertida e se dá bem na frente das câmeras. Se ela conseguir se firmar no "The View", ao lado das veteraníssimas Barbara Walters e Whoopi Goldberg, terá dado um passo inédito na história da TV brasileira. É óbvio que o que deve ter de gente se roendo de ódio e torcendo contra (especialmente na RedeTV!) é brincadeira, mas esta coluna, pelo menos, deseja toda sorte e sucesso a Luciana.

DEEEEEESCE!

Programas culinários na TV paga

Embora esta coluna não tenha nada contra a gastronomia, muito pelo contrário, chama a atenção a verdadeira "praga" que a comida virou na TV. É impressionante a quantidade de programas que tratam de tudo: de concursos de chefs a minichefs; da gordura de porco ao cominho; do tipo de corte do pescado ao melhor lugar para comprar açafrão. Será que não existe mais nada com que alimentar corpo e alma? Que saco... Isso quando não é reality show gastronômico...

[an error occurred while processing this directive]
Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias