Publicidade

colunistas - ricardo feltrin

Parceria com a Fox pode fazer Band perder jogos do Brasileiro

26/01/2012 - 02h31

Publicidade

RICARDO FELTRIN
EDITOR E COLUNISTA DO "F5"

Mais um capítulo da mais cara "novela" da TV. Infelizmente ela só pode ser assistida nos bastidores. Trata-se da chegada do canal Fox Sports ao país. Além de ainda não ter garantia de distribuição de nenhuma grande operadora, o canal sente o poder da Globo no lombo. Publicamente, o Grupo Fox nega ter feito uma oferta para compra do canal Bandsports, mas a oferta foi confirmada (em off) a esta coluna por um executivo do canal, na semana passada. A Band confirma que se reuniu com a Fox, mas afirmou que são "negociações para parcerias de conteúdo etc". Enquanto isso a Globo está do outro lado da rua, olhando pássaros e assobiando. O que está por trás desse cenário? Se for curioso com o futuro da TV no país, continue...

O novo fortão da rua
Em primeiro lugar, teve uma péssima repercussão o vazamento da oferta de compra da Bandsports, na semana passada. Mas esse foi apenas um lance exposto da guerra de bastidores. Essa guerra tem, de um lado, um dos maiores grupos de mídia do mundo, que tem a exclusividade da Libertadores na TV paga, um dos maiores acervos esportivos do planeta e US$ 200 milhões para investir no curto prazo só no Brasil. Esse novo poder estrangeiro pode mexer na correlação histórica de forças na TV brasileira, tanto na aberta como na paga. O Grupo Fox diz que o Brasil é o único mercado grande e viável no mundo hoje. Então, de repente, a Band virou um elemento-chave, um "player" importantíssimo para a Globo no jogo de bastidores...

Ahá?
Em outras palavras, no dia em que a Band for para o lado estrangeiro da força, poderá dizer adeus aos jogos do Brasileiro, que a Globo hoje lhe repassa. E esses jogos são sua maior audiência. Eis uma pista para que, no final do ano passado, a coluna de Flavio Ricco tenha informado que a Globo estudava repassar os jogos do Brasileiro não mais à Band, e sim ao SBT. Na ocasião a notícia surpreendia pelo inusitado. Afinal, a parceria com a Band é antiga. A notícia indicaria que a Globo estava ciente das conversas da Band com o Grupo Fox e tratou de jogar areia? Só saberemos nos próximos capítulos...

Divulgação
Fox Sports estreia dia 5 no Brasil
Fox Sports estreia dia 5 no Brasil

Entenda a balbúrdia
Dono exclusivo da transmissão da Libertadores na TV paga, o Fox Sports estreia no próximo dia 5 e ainda não está no cardápio de nenhuma grande operadora. Net e Sky, velhas parceiras da Globosat (que este ano perdeu a Libertadores), estão, aparentemente, fazendo "corpo mole". Ou pelo menos não se esforçam para levar o novo canal a seus assinantes: as duas operadoras querem cobrar uma taxa extra dos interessados em ter o Fox Sports, embora o grupo de Murdoch tenha oferecido seu conteúdo para entrar até nos pacotes básicos, sem ônus para os assinantes. Mas quem decide isso são as operadoras...

Quase...
Aos 44 do segundo tempo, a operadora TVA/Telefônica deve fechar a inclusão do Fox Sports em seus pacotes básicos.

Leitora bonitona protesta
"Excuse me! Ai, mas que saco notícia sobre canal de esportes, me arrumei toda bonitona para ler a coluna Ooops! de hoje, tenha santa paciência. Eu lá quero saber de esportes, de canal de futebol? Ora, pode parar..."

Alexandre Rezende/Folhapress
Marcio 'Ice' Garcia
Marcio 'Ice' Garcia

Sr. Frost
A Globo colocou Márcio Garcia na geladeira e agora terá dificuldade em descongelá-lo. Isso porque: 1) não há planos para ele ao menos no primeiro semestre; 2) o ator se acostumou com a baixa temperatura fora das telas, pois está trabalhando atrás delas, como diretor. Tudo começou em março de 2008, quando a Globo conseguiu trazê-lo de volta da Record. Na ocasião, a emissora prometeu-lhe o céu, as estrelas, eunucos para abaná-lo no intervalo das gravações e também um programa --posivelmente, dominical e vespertino. A atração jamais saiu do papel. Continue na próxima notinha...

Queda de braço
No ano passado, a Globo escalou Márcio Garcia para "Fina Estampa", mas ele rejeitou o trabalho (o contrato lhe dá esse direito), alegando estar ocupado com sua produtora de cinema, e que não ia dar, lamento, quem sabe na próxima, etc. e coisa e tal. Surgiu ainda um desconforto extra: notas na imprensa sobre uma suposta negociação do ator para voltar à Record. Se isso ficou entalado na goela global, não sabemos, mas o fato é que ele foi para a "geladeira". O ator (e diretor) Márcio, por sua vez, parece aclimatado feito um pinguim. Sobre um novo programa que comandaria na Globo, no próximo semestre, a emissora não confirma.

Você sabia...
...que, apesar de não voar, o pinguim é uma ave? Sim, é uma ave esfenisciforme da família dos esfeniscídeos (Spheniscus magellanicus) e que só existe no pólo sul. No pólo norte o pinguim até tem um primo distante, chamado alca, mas as alcas pertencem a outra família, a dos alcídeos. Adoro pinguins, Por exemplo, um pinguim que eu adoro é o Pingu e...

tá bom, chega de pinguins...

Aula de história
Circula na rede um videozinho brincalhão chamado de "Lições de História para o The History Channel". O vídeo ironiza a programação do canal, que muitas vezes foge da história pata atolar o pé no pântano dos alienígenas, assombrações e outras esquisitices. Assista:

Vídeo

Axioma
"A Warner é o SBT da TV paga. As chamadas são engraçadinhas, as vinhetas são coloridinhas e os programas mudam de dia e horário sem aviso" (enviada pela telespectadora Marina).

Vamos agora...
... a um resumo do que aconteceu na semana na TV brasileira. Notícias publicadas no "F5" ou nos nossos concorrentes:

Ok, mas onde está a notícia?
"Carolina Ferraz será uma mulher rica na próxima novela da Globo"

Deus abre uma porta...
"Márcia Goldschmidt rescinde contrato com Band e muda para Portugal"

...mas sempre fecha outra
"João Kleber negocia seu retorno à RedeTV!"

Divulgação
Dora Câmara, diretora comercial do Ibope
Dora Câmara, diretora comercial do Ibope

Nunca antes neste país...
A coluna perguntou ao Instituto Ibope se, assim como o "F5" localizou uma família com o aparelho medidor de audiência (peoplemeter), não seria possível que uma TV também localizasse e pudesse subornar essa família para mudar os resultados de audiência --para sintonizar este ou aquele canal com mais frequência. Dora Câmara, diretora comercial do Ibope, diz que, sim, é possível, mas que isso nunca ocorreu desde que a medição passou a ser feita. "Nunca encontramos uma única fraude, nunca houve um caso assim. As famílias que fazem parte de nossas amostras sempre se mostraram totalmente confiáveis", afirma.

Voluntariado
Segundo o Ibope, nenhuma família com peoplemeter recebe nada. A única vantagem material que elas têm por participar da medição é que concorrem em sorteios mensais de utensílios domésticos e, eventualmente, a um único prêmio de R$ 500.

Angel Mora/The Grosby Group
Shakira e o amado Piqué
Shakira e o amado Piqué

Oh, it's love!
Diz-se que o amor move montanhas, e que já inspirou a produção de infinitas músicas. É mais raro porém que ele consiga mudar as músicas. Foi isso que ocorreu com a colombiana Shakira. Em seu último trabalho, "Shakira Live from Paris", ela mudou a letra do antigo sucesso "Inevitable", só para a música ficar de acordo com sua vida privada e amorosa.

Tudo pelo amado
Até então ela cantava "Si es cuestión de confesar/ no sé preparar café/ y no entiendo de fútbol..." Agora que está enamorada do craque espanhol Piqué, ela canta "Y ahora entiendo de fútbol"...

Divulgação
Hector Elizondo (esq.) e Tim Allen
Hector Elizondo (esq.) e Allen

SOOOOOOOBE!

"Last Man Standing"

Após um longo e tenobroso inverno de produções de qualidade, finalmente os assinantes da TV paga (e do canal Liv) têm uma nova série sensacional. Produzida e estrelada por Tim Allen, "Last Man Standing" tem um texto de humor como há muito tempo não se via, nem na TV paga e nem na aberta. Todo o elenco é hilário, mas Allen se sobressai.

SXC
Grrrrrrrrrrrrrrrrrr!
Grrrrrrrrrrrrrrrrrr!

DEEEEEEEEESCE!

Operadoras de TV paga, Anatel, Procon e Ministério Público

É escandaloso e espantoso o poder e a impunidade que operadoras de TV por assinatura têm no país. Os consumidores estão simplesmente órfãos de respeito e de proteção porque tampouco os órgãos que deveriam representá-los fazem qualquer coisa a respeito.

Respondam a si mesmos, caros leitores, quantos canais as operadoras já retiraram do seu pacote nos últimos anos, e se alguma vez elas deram uma justificativa. Perguntem-se também se, alguma vez, essas operadoras lhe deram um abatimento na fatura por ter retirado o canal.

Então, qual é a lógica de agora essas mesmas operadoras quererem cobrar uma taxa extra de quem quiser ter o canal Fox Sports --que foi oferecido pelo Grupo Fox para ser incluído até nos pacotes mais básicos, sem necessidade de cobrança?

A dúvida é sobre o que é mais vergonhoso e revoltante: se o fato de um grupo de empresas tratar a clientela como imbecil sem punição ou o Procon e o Ministério Público se omitirem e se fingirem de mortos neste longínquo caso de desrespeito ao consumidor. E olha que são "apenas" 12,7 milhões de famílias com TV paga no país.

Até a próxima quinta
A leitora bonitona pode fazer beicinho, o leitor bacana pode fazer muxoxo e o rabugento pode se regozijar, porque a coluna desta semana acabou. Passem bem.

Considerações finais

  • Nota da Shakira gentileza do fã e jornalista Venceslau Borlina Filho.
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin, 51, é colunista do "F5", site de entretenimento da Folha, e também colunista do UOL, onde apresenta o programa "Ooops!" às terças. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros.

  • Últimas notícias 
  •  

gostou? leia também

  •  

resumo das novelas

Siga agora o F5 no Twitter

Publicidade

Livraria da Folha