Aviso
Este conteúdo é para maiores de 18 anos. Se tem menos de 18 anos, é inapropriado para você. Clique aqui.

Zapping - Cristina Padiglione

Paralamas do Sucesso ficam com abertura de 'Cara e Coragem'

Diretora descarta versão de que Iza e Emicida teriam se recusado a regravar Lobão

O trio dos Paralamas do Suceso em foto para o álbum 'O Passo do Lui', de outubro de 1984 - Mauricio Valladares/Divulgação/EMI-Odeon
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Após a repercussão sobre uma nota publicada no jornal O Globo informando que Iza e Emicida haviam se recusado a regravar uma canção de Lobão para a abertura da nova novela das sete da Globo, a diretora de "Cara e Coragem", Natália Grimberg, anunciou na manhã desta sexta (20) que o espaço caberá aos Paralamas do Sucesso, com a canção "Ská", antigo hit da banda, em sua gravação original.

Faixa do disco "O Passo do Lui", de 1984, a letra canta que "a vida não é filme / você não entendeu / ninguém foi ao seu quarto quando escureceu / Saber o que passava em seu coração / Se o que você fazia era certo ou não [...]"

Grimberg disse desconhecer a versão de que "Vida Louca Vida" (1987), a música de Lobão que teria sido recusada por Emicida e Iza, tenha sido cogitada para a abertura. Na segunda-feira (16), antes de ter a confirmação sobre a escolha de "Ská", ela afirmou que a ideia era de fato ter uma canção do rock nacional como tema, mas não uma regravação, e sim uma versão original, caso agora que se confirma com os Paralamas.

Iza e Emicida não chegaram a comentar sobre a suposta rejeição a um convite para regravar Lobão, recusa que segundo a nota de O Globo fora motivada por divergências políticas. A assessoria da cantora, no entanto, não negou que ela tenha recebido tal proposta. Procurada pelo site F5, a equipe de Iza alegou apenas que ela estaria sem agenda no momento, em razão da gravação do novo álbum.

"Ska" é da mesma época que "Vida Louca Vida", marcando o repertório da segunda metade dos anos 1980 que abasteceu o rock nacional em seu momento mais produtivo. A autora da novela, Cláudia Souto, e Grimeberg comemoraram a escolha.

Zapping - Cristina Padiglione

Cristina Padiglione, 50, é jornalista e escreve sobre assuntos relacionados à televisão. Ela cobre a área desde 1991, quando a TV paga ainda engatinhava. Ela passou pelas Redações dos jornais Folha da Tarde (1992-1995), Folha (1997-1999) e O Estado de S. Paulo (2000-2016), entre outras publicações. Ela também tem o blog Telepadi (telepadi.folha.com.br), hospedado no site da Folha.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem