Aviso
Este conteúdo é para maiores de 18 anos. Se tem menos de 18 anos, é inapropriado para você. Clique aqui.

Zapping - Cristina Padiglione
Descrição de chapéu internet YouTube

Ex-Globo, André Hernan já estreia no YouTube fazendo comercial

Confira data de estreia do novo canal da NWB, responsável pelo Desimpedidos e Camisa 21

André Hernan, repórter de esportes
André Hernan, repórter de esportes, que trocou a Globo pelo YouTube - Divulgação
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Para quem dependia quase exclusivamente de salário até outro dia, André Hernan estreia com pé direito à frente de seu primeiro canal no YouTube, sob administração da NWB, empresa que já administra e faz chover ações comerciais e clicks em canais como Desimpedidos (9,13 milhões de inscritos) e Camisa 21 (511 mil).

Após 18 anos de Globo, 12 diante das câmeras como repórter esportivo, o jornalista chega ao YouTube nesta terça, 10 de maio, já com uma ação de e-commerce fechada.

Hernan leva ao novo espaço o que o consagrou na TV: futebol com bastidores, do vestiário às mesas dos grandes cartolas que negociam compra e venda de passes milionários, mais histórias que afetam os placares e cifras desse universo.

O canal terá dois vídeos por semana e uma live semanal para interagir com personagens relevantes do futebol nacional e internacional. Batizado com seu nome, o "Canal do André Hernan" também promete acompanhar jogos importantes no país e lá fora.

Além dos já espaços já mencionados, a NWB administra ainda os canais Passa Bola e Corrida na Veia, além de 150 afiliados na esfera digital. Com a chegada de Hernan, a empresa inaugura a produção de conteúdo hardnews --dentro do esporte, bem entendido.

E tudo o que for feito para o YouTube, evidentemente, respingará, com outros desdobramentos, aos perfis do jornalista no Instagram, Tik Tok e Twitter, como rezam as regras de mercado dessa nova era de fragmentação de direitos e coberturas no campo esportivo.

Zapping - Cristina Padiglione

Cristina Padiglione, 50, é jornalista e escreve sobre assuntos relacionados à televisão. Ela cobre a área desde 1991, quando a TV paga ainda engatinhava. Ela passou pelas Redações dos jornais Folha da Tarde (1992-1995), Folha (1997-1999) e O Estado de S. Paulo (2000-2016), entre outras publicações. Ela também tem o blog Telepadi (telepadi.folha.com.br), hospedado no site da Folha.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem