Zapping - Cristina Padiglione

Bruno Mazzeo e Joana Jabace gravam série em casa, com gêmeos de 3 anos, na quarentena

Casal passou por logística complexa para produzir 'Diário de um Confinado'

Joana Jabace e Bruno Mazzeo - bastidor - Glauco Firpo/Globo

Filhos de Bruno Mazzeo e da diretora Joana Jabace, José e Francisco não participam de “Diário de um Confinado”, série que o casal criou e produziu no tempo recorde de um mês e meio, mas tiveram que colaborar com o expediente dos pais em casa.

“Eu achei que eles iam adorar. Eu adorava ir ao set quando era pequeno”, disse o humorista, filho de Chico Anysio e Alcione Mazzeo. “Mas eles odiaram”, relatou ele durante entrevista por videoconferência na tarde desta terça-feira (23). “Ah, eles não odiaram”, corrigiu-lhe Joana. “Odiaram”, insistiu Mazzeo.

“Eles tinham que fazer silêncio na própria casa”. Os meninos completaram 3 anos durante a quarentena e foi difícil administrar a atenção que eles queriam dos pais, mais presentes em casa, com as gravações.

A série estreia nesta sexta (26) pelo Globoplay e chega à Globo em 4 de julho, com dramas vividos durante o isolamento social.

FIM

Sabrina Sato apresentará ao vivo, neste sábado (27), a final do Made in Japão, reality show lançado como parte de um novo programa dominical, interrompido pela pandemia do coronavírus, que mudou de horário. Parte das provas já está gravada: definidos os seis finalistas, o placar zera e dali saem três finalistas.

O anúncio do campeão do Made In Japão será feito em tempo real. Até agora, ninguém sabe quem ganhou a prova final e levará os R$ 500 mil. Sabrina estará no palco com os três finalistas e todos se comunicarão com outros participantes por meio de um telão. A Record promete seguir todos os protocolos de segurança.

Sabrina Sato no Made in Japão
Sabrina Sato no Made in Japão, reality show que apresenta na Record - Edu Moraes/Divulgação

VERDE

Grife da TV Cultura, o Repórter Eco cresceu 82% neste semestre em relação ao mesmo período de 2019. A soma é atribuída ao novo horário (18h). Recentemente, o programa ganhou novas vinhetas e enfrenta o desafio de ampliar os temas das reportagens, vencendo os limites impostos pela pandemia.

EM BAIXA

O SBT vem perdendo audiência em horários estratégicos, o que tem influenciado toda a programação. O SBT Brasil, que rendia cerca de 8 pontos no ano passado, ficou abaixo dos 6 na segunda-feira (22). A novela “As Aventuras de Poliana”, ainda que inédita, chega a 8 pontos, 4 abaixo de seus melhores dias.

AUDIÊNCIA

8,8 pontos
teve o Cupom Premiado, maior audiência do SBT na segunda (23)

8,4 pontos
marcou o Cidade Alerta, maior audiência da Record na segunda (23)

A BOA DO DIA

"Viva São João", documentário sobre turnê de Gilberto Gil por festas juninas
TV Aparecida, às 19h30

Zapping - Cristina Padiglione

Cristina Padiglione, 48, é jornalista e escreve sobre assuntos relacionados à televisão. Ela cobre a área desde 1991, quando a TV paga ainda engatinhava. Ela passou pelas Redações dos jornais Folha da Tarde (1992-1995), Folha (1997-1999) e O Estado de S. Paulo (2000-2016), entre outras publicações. Ela também tem o blog Telepadi (telepadi.folha.com.br), hospedado no site da Folha.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem