Biblioteca da Vivi

Saiba como aproveitar o último fim de semana de Bienal Internacional do Livro de São Paulo

Ir de metrô e levar lanches são dicas para curtir as promoções

Crianças invadem bate-papo entre Mauricio de Sousa e Ziraldo na 25ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo - Iwi Onodera/UOL

A 25ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo chega ao fim neste domingo (12), Dia dos Pais, como um convite para que pais e filhos aproveitem juntos o espaço. Há opções de atividades para toda a família: das crianças mais novas aos avós, passando pelo exigente público infantojuvenil, um dos que mais movimenta o mercado editorial. Mas é preciso se programar.

Os R$ 25 (inteira) de entrada logo se multiplicam se o visitante for de carro. O valor do estacionamento do Pavilhão de Exposições do Anhembi, onde a feira ocorre, é R$ 40. Por isso, vale a pena ir de metrô até a estação Tietê e pegar um ônibus gratuito que faz o trajeto até a Bienal (veja detalhes em www.metro.sp.gov.br). 

Os combos vendidos nos food trucks espalhados pela feira (a maioria de diversos tipos de hambúrguer) não saem por menos que R$ 20. A boa notícia é que o clima pela Bienal é tão aconchegante que ninguém liga de se sentar no chão e montar seu próprio piquenique, ao lado de uma das atividades gratuitas que fazem parte da programação

 

Por todos os corredores há crianças e adolescentes que se jogam sem pudor no carpete escuro para folhear suas escolhas literárias. E, entre elas, aí sim: há bons livros, para crianças, jovens e adultos, a partir de R$ 5. E muitas editoras com promoções a R$ 10 de obras de sucesso, como diversos volumes de "Diário de um Banana", um dos queridinhos da criançada.

Outra atração bacana é passear pela Fábrica de Sonhos da Turma da Mônica para conferir o "gibizão" de Mauricio de Sousa, agora parte da lista do Guinness World Records , que registra os recordes mundiais, como o maior do mundo.

Em promoção, o lançamento "MMMMM - Turma da Mônica e o Menino Maluquinho na Montanha Mágica" (R$ 49,90, 80 págs., Melhoramentos), parceria de Sousa com Ziraldo, entre outros títulos, são vendidos com desconto de 20% no estande da editora Melhoramentos.

Para os menorzinhos, uma Galinha Pintadinha inflável recepciona no estande da editora Ciranda Cultural. Mas são as contações de histórias espalhadas por todo o espaço a principal atração: hipnotizam o público mais novo, que corre de um lado para o outro, e dão um descanso aos mais velhos.

Já os pais que resolverem comprar algo além de livros terão de desembolsar um pouco mais. Um belo estande com camisetas, toalhas de mesa e até redes que levam rostos e dizeres de Nina Simone (1933-2003), Clarice Lispector (1920-1977) e Fernando Pessoa (1888-1935) oferece itens a preços mais salgados. Uma "toalha poética" sai por R$ 120, enquanto o vestido custa R$ 238.

Até dá vontade, mas é só calcular quantos livros não dava para levar para casa com a grana.

25ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo

  • Quando Sáb. e dom., das 10h às 21h. Até 12/8
  • Onde No Pavilhão do Anhembi (av. Olavo Fontoura, 1.209, Santana, tel. (11) 3060-4717)
  • Preço R$ 25 (de sex. a dom.) inteira
  • Classificação Livre
  • Mais informações O site www.bienaldolivrosp.com.br tem a programação completa e o acesso para a compra de ingressos

Biblioteca da Vivi

Vivian Masutti, 33, é jornalista formada pela Cásper Líbero e bacharel em letras (português e francês) pela USP (Universidade de São Paulo), onde também cursou a Faculdade de Educação e obteve licenciatura plena em língua portuguesa. No Agora, é editora do caderno Show!

Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem