Cinema e Séries
Descrição de chapéu Cinema

Em série, Anitta relata estupro na adolescência e diz que episódio a fez criar personagem

Cantora lança 'Anitta: Made in Honório' nesta quarta na Netflix

Cenas da série 'Anitta: Made In Honório', da Netflix Netflix

São Paulo

“Larissa é frágil. Não é essa poderosa que é a Anitta”. É assim que Miriam Macedo, mãe da cantora Anitta, 27, descreve sua filha na série “Anitta: Made in Honório”, que estreia nesta quarta-feira (16), na Netflix.

A nova produção, que nada tem a ver com a primeira série da cantora, “Vai Anitta” (2018, Netflix), promete abordar em seis episódios um lado novo da artista, mostrando sua relação com a família, as pressões da carreira, sua fragilidade diante das dificuldades e, principalmente, Larissa.

Logo no primeiro episódio, a cantora revela que foi estuprada na adolescência e diz que demorou muito para deixar de se culpar pelo ocorrido. Ela ainda revela que a personagem Anitta nasceu daí. “Nasceu da minha vontade e necessidade de ser uma mulher corajosa e que nunca ninguém pudesse machucar”.

“As pessoas perguntavam muito como criei o personagem, de onde veio essa personalidade, e eu vou explorar logo no primeiro episodio de onde isso surgiu. É uma história triste, mas que vai fazer muito sentido para todo mundo”, já havia afirmado a cantora, na segunda-feira (14), em conversa com a imprensa.

Anitta conta que foi uma decisão difícil revelar para o público detalhes sobre sua história, de como a menina Larissa, sonhadora, de Honório Gurgel (zona norte do Rio), se tornou a Anitta poderosa, que coleciona hits, viaja o mundo e coleciona amigos e famosos por toda parte.

A revelação do estupro acontece em um momento do episódio em que seu assessor, Paulo Pimenta, fala sobre a solidão de um artista, e sua mãe fala das vezes em que viu Anitta triste. O irmão, Renan Machado, também comenta que a cantora revelou o ocorrido à família há pouco tempo.

“Ela chamou eu, meu pai e minha mãe para conversar e pediu que a gente nem olhasse pra ela,. só escutasse, porque ela estava começando a se boicotar. Não comer, não estar feliz e criar defesas dentro dela para suportar esse segredo, então ela resolveu colocar isso pra fora e nos contar.”

Anitta conta na série que tinha 14 para 15 anos quando conheceu uma pessoa, com quem acabou desenvolvendo uma relação abusiva. Em uma ocasião em que ele estava nervoso, ela teria perguntado se ele queria ir pra um lugar só nós dois, onde teria ocorrido o abuso.

“Eu percebi que não era certo fazer aquilo por medo nem nada e falei que não queria mais. Mas ele não ouviu. Ela não falou nada, só seguiu fazendo o que queria fazer. Quando ele acabou, saiu, foi abrir uma cerveja e eu fiquei olhando para a cama cheia de sangue”, relata ela.

“Eu sempre tive medo do que as pessoas iam falar. Como ela pode ter sofrido isso e hoje ser tão sensual, aberta a fazer tanta coisa? Eu não sei. Só sei que eu peguei isso que eu vivi e transformei numa coisa pra me fazer sair por cima, me fazer sair maior.”

Segundo Anitta, foram necessárias “20 mil mãos” para ajudá-la a contar essa história na nova série. “Tudo feito com muito cuidado e acho que a galera vai entender bastante da origem do meu trabalho, os porquês”, havia dito ela antes da estreia.

“Eu sempre utilizo um veículo meu [como as redes sociais], uma forma minha de contar as coisas, para assuntos que eu quero comunicar sem o risco de uma interpretação errada das outras pessoas. Por isso, resolvi usar a série para explicar de onde a Anitta surgiu.”

Para a cantora, as pessoas vão conhecer mais de Larissa, e como ela emprestou um pouco de sua personalidade a Anitta. “São só qualidades [risos]. Muita alegria, energia, essa coisa de falar o que pensa. Eu coloquei essas características no meu personagem, além de outras coisas, que vocês vão ver”.

Cada um dos seis episódios foca temas que fazem parte da essência de Anitta: a diversão ao lado da família, viagens de férias, discussões e decisões empresariais, ensaios para videoclipes e shows memoráveis, como o realizado no Parque de Madureira, no Rio de Janeiro, no fim de 2019.

Após o lançamento da série, na madrugada desta quarta, a assessoria da cantora divulgou uma nota em suas redes sociais afirmando que Anitta não se pronunciará sobre o episódio que foi relatado. “Tudo o que diz respeito a esse assunto já foi dito na série”, diz o comunicado.

ANITTA SEM FILTRO

Mas se alguém imagina que a série será uma idolatria à cantora, já que ela admite muito cuidado para falar do início de sua carreira, pode ficar despreocupado. Anitta afirma que vai ter sim polêmicas e até mesmo uma possível cancelamento dela pelo público em alguns momentos.

“Tem parte que eu assisto e falo ‘meu Deus, essa sou eu, que coisa horrível’”, brinca a cantora, que revela terem ocorridos flagras de seus surtos com a equipe e até com fã. “Eu só pedi que mostrassem o motivo do meu surto em vários momentos”, completa ela, para que o público a entendesse.

Mas, com exceção desse pedido, de mostrar os contextos, Anitta afirma que não vetou nada na série, e garante que não está nem um pouco preocupada com possível cancelamentos. “Não estou preocupada com cancelamento não. Depois de tanto tempo, não faz mais diferença”, brinca ela.

“É difícil que eu seja a pessoa a dizer ‘não vamos mostrar’. Geralmente é meu assessor. Se depender de mim coloco tudo, não tenho muito filtro. Mas nossa ideia a cada cena era saber se seria legal para a série, se prejudicaria minha carreira e se poderia mudar a vida das pessoas, impactar de alguma forma.”

A única censura que Anitta admite ter imposto foi em relação aos seus paqueras. Como a cantora estava solteira durante as gravações, ela admite ter sido um “troca-troca de boys” na época. Por isso, ela pediu que fossem colocados emojis nos rostos de cada uma deles, para preservá-los.

ANITTA REALIZADA

O desejo de Anitta de expor mais de sua vida pessoal e aproximar seus fãs de Larissa, fugindo do personagem que a deixou famosa, pode ser um movimento natural, já que ela admite ter realizado absolutamente todos os seus sonhos profissionais. Seu foco agora é a realização pessoal.

“Quando comecei, eu queria cantar, fazer sucesso, nem pensava em carreira internacional. Mas hoje zerei meus sonhos profissionais. Tudo que sonhava conquistar, eu achava que só conseguiria quando estivesse velha pra caramba. Mas acontece que já alcancei tudo e ainda estou com 27 anos”.

Os fãs não precisam se preocupar com uma possível aposentadoria, já que a cantora garante que continuará a cantar e se apresentar, mas o ritmo ela afirma já ter mudado bastante, principalmente depois de ter deixado o controle de sua carreira, agora sob os cuidados de uma equipe.

“As decisões não são mais minhas, é uma manager quem faz isso. Eu decidi cuidar mais de mim, Larissa. Eu tinha que ser artista, cuidar de contratos, papéis, era enlouquecedor. Eu fiz isso até me sentir 100% realizada com meu trabalho, e agora posso trabalhar e viver, curtir.”

“Isso não quer dizer que eu vou parar de trabalhar, pelo contrário, mas nada do jeito que vocês estavam acostumados (...) Meu sonho agora é conseguir ficar com alguém por mais de três meses, começar uma família, ficar mais com meus pais e irmãos”, afirma ela.

'Anitta: Made in Honório'

  • Onde Netflix
  • Classificação 12 anos
  • Produção Produtora Conspiração
  • Direção Pedro Waddington
  • Episódios: 6 x 30 minutos
Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem