Cinema e Séries

Criadores de 'Killing Eve' explicam morte sem sentido em final de temporada

Primeiras temporadas podem ser vistas pela Globoplay

Sandra Oh em cena de "Killing Eve"
Sandra Oh em cena de "Killing Eve" - Divulgação
São Paulo

Este texto contém spoilers

Disponível para assinantes da Globoplay, a série "Killing Eve" deixou um gosto amargo na boca de seus fãs. É que no fim da segunda temporada uma morte deixou tudo sem sentido. Em sua última cena, a protagonista Eve Polastri (Sandra Oh) levou um tiro e foi vista jogada em um chão de pedras em meio a ruínas romanas.

Mas essa morte bizarra já foi rebatida pelos próprios criadores da série, que já estreou, nos Estados Unidos, o primeiro episódio da terceira temporada.

"Você está brincando?", disseram eles à agência de notícias AFP. Sally Woodward Gentle, produtora executiva respondeu um "não" em meio a gargalhadas.

Na reportagem, eles adiantam que essa nova temporada vai mostrar o que aconteceu seis meses após o tiroteio que rolou em Roma. Eve estará tentando levar uma vida normal, trabalhando em um restaurante, um pouco protegida pelo fato de Villanelle (Jodie Comer) achar que ela está morta.

Mas logo a paz da protagonista chega ao fim. “Alguém do passado vai voltar, e isso a levará a um caminho diferente mais uma vez", afirma Comer.

Na segunda temporada, Eve conseguiu esfaquear Villanelle e matou um homem com um machado. A terceira temporada promete ser menos agitada, segundo o ator. "Há muito mais um ar de calma, estranhamente, do que nas temporadas anteriores, onde eles estão se perseguindo, estão se matando pelas costas", diz Comer.

"Eles chegaram a um lugar muito diferente, e acho que isso se deve ao que essas mulheres experimentaram na temporada além uma da outra. Ambos passam por eventos que alteram a vida, que os unificam de uma maneira estranha. ”

Gentle diz que Eve e Villanelle olham para dentro desta vez. O assassino pensou que ela era órfã, mas isso pode não ser o caso, e novos personagens fazem "sua pergunta sobre quem ela é e quão completa ela é como ser humano".

O gato e o rato continuarão, é claro. A relação entre Eva e Villanelle é complexa, com elementos de paixão, respeito mútuo, inveja e ódio.

A escritora principal e produtora executiva da terceira temporada é Suzanne Heathcote e a escritora principal da temporada 4 é Laura Neal, que esteve na sala do escritor da terceira temporada. Gentle se orgulha do fato de o programa ter sido liderado por mulheres, começando com o showrunner da primeira temporada, Phoebe Waller-Bridge, a protagonista e premiada criadora de "Fleabag" (Prime Video).

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem