Carnaval

Leci Brandão diz que Carnaval tem que fazer o povo pensar: 'Não é só sambar'

Sambista e deputada estadual é madrinha da Acadêmicos do Tatuapé, em São Paulo

Leci Brandão em camarote no Carnaval de São Paulo
Leci Brandão em camarote no Carnaval de São Paulo - Instagram/lecibrandao
São Paulo

Leci Brandão, que desfila na madrugada de sexta para sábado na Acadêmicos do Tatuapé, em São Paulo, afirma que o Carnaval tem um papel social.

“A escola de samba presta um serviço para a sociedade”, afirma a cantora e deputada estadual pelo PC do B. “Ela tem essa responsabilidade. Não é só sambar, tem que pensar.”

“No Carnaval do Rio tem pelo menos quatro escolas que vão tratar de questões sociais, de igualdade, de direitos humanos e sobretudo da negritude”, diz ela.

Brandão é madrinha da Acadêmicos do Tatuapé, que neste ano vai homenagear em seu enredo a cidade de Atibaia, no litoral de São Paulo. “Vamos mostrar que Atibaia não é só flores e frutos. Tem a questão dos negros que passaram por lá, dos japoneses, dos violeiros... Atibaia tem muita diversidade”, defende a sambista.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem