Carnaval

Escultura de diabo de escola de samba provoca polêmica na internet por suposta alusão a Crivella

Agremiação nega e diz que alegoria simboliza 'demônio da intolerância'

Escultura de diabo de escola de samba provoca polêmica na internet por suposta alusão a Crivella
Escultura de diabo de escola de samba provoca polêmica na internet por suposta alusão a Crivella - Reprodução

São Paulo

Um foto vazada de uma escultura com alusões ao diabo, parte do desfile da Acadêmicos do Sossego, escola de samba do Rio de Janeiro, repercutiu nas redes sociais ao ser comparada com fotos do prefeito da cidade, Marcelo Crivella. 

Com a repercussão, a escola de samba carioca divulgou uma nota, sem citar o nome do prefeito, afirmando que ​a escultura "não faz alusão a nenhuma figura específica". Segundo a escola, a foto da estátua feita no barracão da escola foi vazada na internet sem autorização. 

"Trata- se de uma escultura de nossa quarta alegoria que não faz alusão a nenhuma figura específica, muito menos houve a intenção por parte da agremiação em ferir ou denegrir a imagem de qualquer pessoa", diz trecho do texto publicado pela escola em suas redes sociais. 

"A escultura que tem representatividade abstrata simboliza o 'demônio da intolerância', personagem de suma importância dentro de nosso enredo que clama por liberdade religiosa."

A escola também afirma que todos os seus artistas "têm total liberdade em seu processo criativo" e que "a arte não pode ser limitada". 

A Acadêmicos do Sossego desfilará no dia 1º de março pela Série A do Carnaval carioca. Neste ano,  o enredo "Não se meta com minha fé, acredito em quem quiser" tem a religião como tema. 

Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem