Carnaval 2018

Musa da X-9 perde tapa-sexo durante desfile: 'Não pode deixar a peteca cair'

Mesmo sem tapa-sexo, Tarine Lopes desfilou até o final e com sorriso no rosto

Tarine Lopes, da X-9 Paulistana
Tarine Lopes, da X-9 Paulistana - Folhapress

Janaína Ribeiro
São Paulo

Abre-alas  da X-9 Paulistana, Tarine Lopes, passou por apuros na avenida do sambódromo do Anhembi, neste sábado (10).

A musa teve um problema com parte da sua fantasia de serpente: o tapa-sexo caiu e ela precisou continuar o desfile "segurando" as partes íntimas com as mãos.

Na dispersão, Tarine falou com o "F5" usando uma camiseta da escola improvisada como saia.


Rita Cadillac é barrada em estúdio da Globo após desfile da Rosas de Ouro

'Não fico mais musculosa porque não consigo', afirma Juju Salimeni, rainha de bateria da X-9

Com forte gripe, Sabrina Sato tomou injeção e antibióticos para desfilar pela Gaviões


"Foi tenso! Mas não pode deixar a peteca cair", disse a musa. "Aconteceu um acidente, meu tapa-sexo soltou no meio da avenida. Mas a gente segue sambando e dá um jeito porque quer que a escola ganhe", continuou.

Confiante, ela espera que o incidente não ocasione perda de pontos para escola. "Fiquei bem preocupada na hora, mas mantive o samba no pé e segurei como pude para não ficar tão à mostra. Mas agora vamos que vamos, estou muito confiante no nosso trabalho", encerra.

Este é o quinto ano que Tarine desfila na pela escola, porém a primeira vez como abre-alas.

Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem