Aviso
Este conteúdo é para maiores de 18 anos. Se tem menos de 18 anos, é inapropriado para você. Clique aqui.

Celebridades

Pocah diz que foi obrigada a encerrar show da Parada após três músicas: 'Ódio'

Cantora saiu do Rio de Janeiro para a capital paulista: 'Falta de respeito'

A cantora Pocah - Credito:TV Globo/Divulgação
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

A cantora Pocah, 27, saiu do Rio de Janeiro rumo a São Paulo para se apresentar na Parada LGBTQIA+ no domingo (19). E isso aconteceu. Porém, ela ficou na bronca por, segundo ela, só ter podido cantar três músicas até que a polícia mandou acabar a apresentação.

"Meu horário era 15h55, entrei 17h20. Eu estava aqui desde 12h30 no trio, pronta. E infelizmente não pude cumprir nem metade do meu show porque pediram para encerrar a Parada antes do horário combinado. Estou arrasada e cheia de ódio", disparou a artista.

Pelos Stories do Instagram, ela ainda classificou o momento como uma falta de respeito com ela, sua equipe e seus fãs e pediu que os motivos para o encerramento precoce fossem elucidados. "Terminar dessa fora. Estou indignada."

Procurada, a assessoria da Secretaria de Segurança Pública ainda não havia retornado as solicitações até a publicação deste texto.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem