Celebridades

Kim Kardashian não responde a Kanye West para não piorar relacionamento

Ele tem feito ataques públicos a socialite em meio ao processo de divórcio

Kim Kardashian
Kim Kardashian - Mario Anzuoni/Reuters
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

A empresária e socialite Kim Kardashian , 41, não tem respondido aos ataques públicos do ex-marido, o rapper Kanye West, 44, para não piorar o relacionamento entre eles, segundo a People. Eles –que estão em um processo de divórcio– são pais de North, 8, Chicago, 4, Saint, 6 e Psalm, 2, e estão em um processo de divórcio.

Uma fonte disse à People que a socialite está pacientemente esperando que West se acalme, apesar de sentir necessidade de se defender. Segundo ela, algumas coisas que o rapper fala magoam Kim, mas outras ela dá de ombros.

Em um vídeo do Instagram compartilhado pelo Hollywood Unlocked, no fim de semana, West disse que não foi convidado para a festa de aniversário conjunta da filha Chicago com a prima Stormi Webster , filha de Kylie Jenner com Travis Scott . Mas ele acabou participando da celebração.

Na entrevista completa do Hollywood Unlocked, West disse que teve uma disputa com a equipe de segurança de Kardashian enquanto buscava seus filhos na escola. Ele também falou sobre sua decisão de comprar uma casa ao lado da residência Kardashian e que nada vai o afastar dos filhos.

West também deu a entender em sua faixa lançada recentemente, " Eazy ", que seus quatro filhos estão sendo criados por babás. "Eu tenho amor pelas babás, mas a família real é melhor", diz o vencedor do Grammy. "As câmeras observam as crianças, vocês parem de levar o crédito."

Uma fonte disse à People no início desta semana que Kardashian ficou "magoada" pela fala e que foi um golpe baixo para ele falar das babás. Segundo a fonte, a socialite está fazendo malabarismos com sua carreira e vida amorosa. "

West, que recentemente confirmou publicamente seu romance com a modelo Julia Fox, atacou publicamente o atual namorado da ex-mulher, o comediante Pete Davidson, em um trecho da música "Eazy". Ele falou que Deus o salvou de um acidente para poder bater no comediante.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem