Aviso
Este conteúdo é para maiores de 18 anos. Se tem menos de 18 anos, é inapropriado para você. Clique aqui.

Celebridades

Rafa Kalimann fala que programa Casa Kalimann 'não foi bom para o público'

No entanto, ex-BBB diz que talk show foi importante para sua vida

Rafa Kalimann - João Miguel Júnior/Globo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

A ex-BBB e apresentadora Rafa Kalimann, 28, falou sobre sua carreira em uma palestra corporativa nesta semana e comentou sobre o programa Casa Kalimann (Globoplay), que ela estreou em 2021 a convite de Boninho e não teve boa aceitação por parte do público.

"O nome do programa foi o que a Rafa de 12 anos de idade criou, e poderia ter sido um 'não', porque não foi bom. Eu precisava me arriscar, aprender com aquele momento a valorizar as oportunidades que me abriram tantas portas", começou Kalimann.

Ela seguiu dizendo que a atração não agradou o público, mas que foi um passo importante em sua vida pessoal. "O programa não foi bom para o público, mas foi bom para mim, para eu colocar os pés no chão. Como aquela Rafa lá de trás, e dar um passo para trás, quando aquela mesma Rafa deu quando voltou para a casa dos pais", completou a ex-BBB.

Em maio deste ano, ela chegou a comentar as críticas que recebeu devido ao programa. "Porque as críticas não têm problema, desde que elas sejam com a intenção de ver uma melhora. Elas são bem-vindas, porque eu sei que tem muita coisa para acontecer, está só começando", disse na época.

"O problema é quando elas vêm para tentar te desanimar e te fazer desistir, que é o que tem acontecido muito", completou Kalimann. Na série de vídeos postados ela ainda exibe uma frase onde está escrito "Eu tenho fé".

O Casa Kalimann estreou no dia 28 de abril no Globoplay, sob direção-geral de Adriano Ricco. O primeiro episódio foi gravado com o humorista Rafael Portugal. Como contou a apresentadora em entrevista ao F5, a proposta veio de surpresa, direto do diretor do BBB, José Bonifácio de Oliveira, o Boninho.

Até então, Rafa fazia aulas de teatro, investia na interpretação, chegando a ser cotada para viver Juma, na regravação de "Pantanal". "Ele me pegou totalmente de surpresa", afirma ela em conversa online com a imprensa. "Ele falou que a ideia era essa mesma, me pegar de surpresa para evitar que eu pesquisasse, fosse influenciada. E começou a nascer aí o Casa Kalimann."

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem