Aviso
Este conteúdo é para maiores de 18 anos. Se tem menos de 18 anos, é inapropriado para você. Clique aqui.

Celebridades

Maurílio reage e chora ao ouvir esposa na UTI: 'Dia de vitória'

Luana Ramos deu detalhes de como foi visita ao marido

O cantor Maurílio Ribeiro, da dupla Luiza e Maurílio - Instagram/mauriliolem
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

Esposa do sertanejo Maurílio, 28, Luana Ramos contou que ele teve uma reação positiva na visita dela na manhã deste domingo (19) à UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do hospital onde está internado

Segundo Luana, ele chorou e teve espasmos depois de uma conversa que ela teve com o músico ao pé do ouvido.

"Eu falei que hoje era um dia de vitória, né? Fui fazer a visita de hoje e comecei a conversar com ele, igual a gente faz todo dia. E, ele começou a chorar. Chorou, o batimento cardíaco dele aumentou", disse.

"E ele começou a ter espasmos musculares, começou a tossir, até me assustei um pouco. O pessoal da UTI falou que isso era muito bom, que era sinal de que ele estava me escutando", explicou Luana.

O cantor Maurílio, dupla de Luiza que sofreu três paradas cardíacas após uma gravação de DVD, segue internado em estado grave de um hospital de Goiânia (GO). Porém, segundo último boletim médico, ele continua a apresentar melhora do quadro clinico e sinais de atividade neurológica.

"O paciente segue em hemodiálise, reagindo bem a terapia até o momento. Apresenta evolução importante dos sinais vitais, tendo sido possível diminuir ainda mais as medicações para controle da pressão e dos parâmetros do respirador", diz trecho da nota.

De acordo com o hospital, está prevista a passagem de uma sonda nasoenteral e o início de uma dieta apropriada por essa via.

A esposa de Maurílio voltou a pedir o apoio dos fãs. "Queria pedir para vocês continuarem orando. Ele já está curado, gente. Agora é só recuperar, Deus já curou", disse.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem