Celebridades

DJ Ivis é vaiado em sua primeira apresentação desde que deixou a cadeia

Artistas ficou três meses preso por agressão contra a ex-mulher

DJ Ivis é apoiado por artistas e fãs não perdoam - Instagram/djivis
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

Réu por lesão corporal, ameaça e violência doméstica, o DJ Ivis, 30, foi vaiado no palco de um festival na noite deste sábado (4).

O músico, que agora responde em liberdade após passar quatro meses preso por agredir a ex-mulher, Pâmella Holanda, 27, foi convidado por Tarcísio do Acordeon, 28, para participar de seu show na "Noite do Piseiro", na Estância Alto da Serra, em São Bernardo do Campo (Grande SP).

O público, porém, desaprovou o convidado. Após receber vaias da plateia, Ivis deixou o palco rapidamente. Em vídeos e imagens que circulam nas redes sociais, o público aparece gritando "Ih, fora" e vaiando o DJ.

Na mesma noite, ele ainda participou do festival Garota Vip, de Wesley Safadão, 33, no Sambódromo do Anhembi, na capital paulista, e posou para fotos com vários artistas com quem já fez parcerias.

João Gomes, 19, e Orlandinho, 22, entre outros cantores, tiraram fotos com Ivis e manifestaram apoio ao DJ nas redes sociais.

"Bom curtir perto de você. Ver que está bem. Quantos motivos para agradecer já me deu. Que Deus lhe abençoe e cuide de todos seus planos. Ele tem algo especial reservado em sua vida ainda. Sua música é boa e faz alegria. É o que o povo precisa. Se cuide. Papai do céu abençoe", escreveu João Gomes nos comentários. Os fãs do cantor desaprovaram a atitude.

"Tem erros que são perdoáveis, mas esse aí não é não... Mais podre ainda é ver esse cantores apoiando ele (João Gomes, Vitor Fernandes, Tarcísio do Acordeon, Marcynho Sensação, Wesley Safadão). Parece até brincadeira com a nossa cara!", escreveu um fã no Twitter.

Há um mês, Wesley Safadão anunciou que continuará fazendo parcerias musicais com Ivis. O DJ compôs e produziu vários dos hits recentes de forró e piseiro, como "Esquema Preferido" e "Volta, Bebê".

Em julho deste ano, Ivis foi preso em Fortaleza (CE) após a divulgação de imagens em que aparece dando socos, tapas e empurrões na ex-companheira, com quem tem uma filha de um ano de idade.

Ele foi indiciado pela Polícia Civil do Ceará por três crimes: lesão corporal, ameaça e injúria no âmbito da violência doméstica. Em outubro, a Justiça do estado aceitou a denúncia do MPCE (Ministério Público do Ceará) e o artista ainda se tornou réu por lesão corporal e ameaça. Há cerca de um mês ele foi solto e responde em liberdade.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem