Celebridades

Rainha Elizabeth 2ª foi orientada a reduzir o consumo de álcool

'O álcool acabou', disse uma fonte próxima à família real

Rainha Elizabeth - REUTERS
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

A rainha Elizabeth 2ª recebeu orientações médicas para reduzir o consumo de álcool. Segundo a revista Vanity Fair, apesar de a monarca de 95 anos ter boas condições de saúde, os médicos afirmaram que ela deveria deixar de beber seus drinks.

"Disseram à rainha que desistisse de sua bebida noturna, geralmente um martíni", contou uma fonte próxima à família real britânica. "O álcool acabou. Os médicos querem ter certeza de que ela está o mais saudável possível e em forma", disse outra fonte.

Segundo os dois amigos da família, a rainha poderá consumir álcool em ocasiões especiais, e a medida de cortar o consumo seria para ela se preparar para sua agenda ocupada e para as celebrações do Jubileu de Platina, em junho de 2022.

"Não é realmente um grande problema para ela, já que ela não bebe muito, mas parece um pouco injusto que, nesta fase de sua vida, ela esteja tendo que desistir de um dos poucos prazeres", completou a fonte próxima à família.

Apesar de a rainha não ser vista bebendo em público, fontes do palácio disseram que ela costuma beber na maioria das noites, e que sua bebida favorita é o martíni seco, bebida que também é a preferida do príncipe Charles, 72.

Além disso, ela também toma uma taça de vinho doce e uma taça de champanhe antes de dormir. No entanto, agora ela poderá beber água e refrigerantes.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem