Celebridades
Descrição de chapéu drogas

Michael K. Williams morreu de overdose acidental de drogas, diz autópsia

Ator foi indicado ao Emmy deste ano como melhor ator coadjuvante por série

Michael K. Williams durante evento em Miami - Rodrigo Varela-31.mar.2021/AFP
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Barbara Goldberg
Nova York
Reuters

Uma autópsia confirmou que o ator Michael K. Williams, que interpretou o traficante Omar Little no drama policial da HBO “A Escuta”, morreu de overdose de drogas. A informação foi dada pelo gabinete do médico legista de Nova York nesta sexta-feira (24).

De acordo com Julie Bolcer, porta-voz do gabinete, a morte foi acidental. Williams, que tinha 54 anos, foi encontrado morto em seu apartamento no Brooklyn em 6 de setembro. Fontes policiais disseram na época que uma parafernália para drogas foi encontrada no local.

"A intoxicação aguda pelos efeitos combinados de fentanil, p-fluorofentanil, heroína e cocaína" foi a causa da morte determinada pelo legista, disse Bolcer por email. Ela se recusou a dar qualquer comentário adicional sobre a investigação.

Os colegas de Williams lembraram seu talento especial para humanizar os personagens que retratou, trazendo para os papéis sua própria experiência como um homem negro crescendo em Nova York.

Williams foi indicado ao Emmy neste ano como melhor ator coadjuvante por “Lovecraft Country”. Ele também participou das séries "Boardwalk Empire" e "Olhos que Condenam". No cinema, ele fez parte do elenco de "12 anos de Escravidão", "Vício Inerente" e "Gone Baby Gone".

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem