Celebridades
Descrição de chapéu BBC News Brasil

Gabby Petito e Brian Laundrie: o que se sabe sobre namorado de blogueira encontrada morta

Gabby Petito desapareceu durante viagem com seu noivo, Brian Laundrie, cujo paradeiro é desconhecido
Gabby Petito desapareceu durante viagem com seu noivo, Brian Laundrie, cujo paradeiro é desconhecido - BBC News/EPA
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

BBC News Brasil

A blogueira americana Gabby Petito partiu em julho em uma viagem de carro com o noivo, Brian Laundrie, pelos Estados Unidos. Quase duas semanas após ser dada como desaparecida, seu corpo foi encontrado em um parque nacional em Wyoming. Agora, o paradeiro de Laundrie também é desconhecido.

Na terça-feira (21), uma autópsia confirmou que os restos mortais encontrados no último fim de semana na Floresta Nacional Bridger-Teton, no oeste de Wyoming, pertencem a Petito. O legista apontou indícios de homicídio nos resultados preliminares da autópsia.

A VIAGEM

Em julho, Petito partiu em uma viagem de carro de Long Island, em Nova York, sua terra natal, com Laundrie. O casal ficou noivo em julho de 2020, de acordo com suas redes sociais.

Namorados desde o colégio, os dois documentaram sua "vida de van" nômade por parques nacionais no oeste americano no Instagram e no YouTube.

A viagem foi originalmente planejada para durar quatro meses, segundo informou a imprensa americana, mas Laundrie voltou sozinho para casa, na Flórida, em 1º de setembro.

A família de Petito reportou seu desaparecimento 10 dias depois.

ONDE ESTÁ BRIAN LAUNDRIE?

Laundrie, atualmente a única "pessoa de interesse" no caso, continua desaparecido. A família reportou seu desaparecimento no último fim de semana, dizendo que ele havia saído para caminhar no dia 14 de setembro e nunca mais voltou.

Na quarta-feira (22), a polícia e o FBI (a polícia federal americana, que atua também como serviço de inteligência) retomaram as buscas na Reserva Carlton, um parque de mais de 9.712 hectares no condado de Sarasota, na Flórida, com cães policiais e drones.

Uma equipe de mergulho subaquático chegou à reserva mais tarde, no mesmo dia, para ajudar nas buscas.

"Uma busca terrestre no fim de semana e aérea na segunda-feira na reserva ainda não rendeu nenhuma resposta, mas precisamos prosseguir", informou o porta-voz Josh Taylor à WTSP, afiliada local da CBS News.

"Por favor, estejam cientes de que a Reserva Carlton é um local vasto e implacável às vezes."

Na segunda-feira (20) agentes federais conduziram uma busca de quase oito horas na casa dos pais de Laundrie em North Port, na Flórida, para onde ele e Petito se mudaram em 2019.

Antes de desaparecer, Laundrie havia se esquivado das autoridades e não compartilhou nenhuma informação com a polícia.

O advogado de Laundrie, Steve Bertolino, havia originalmente agendado uma entrevista coletiva para terça-feira (21), mas cancelou depois de falar com o FBI.

A imprensa local disse que ele declarou que não era do "interesse de seu cliente" prosseguir com o evento. Após a notícia da morte de Petito, Bertolino emitiu uma breve declaração: "Que Gabby descanse em paz."

O QUE ACONTECEU?

Ainda não está claro o que aconteceu quando Petito e, mais tarde, Laundrie, desapareceram, mas alguns detalhes das semanas anteriores vieram à tona.

Em 12 de agosto, a polícia da cidade de Moab, no sul de Utah, foi chamada para atender um possível incidente de violência doméstica envolvendo o casal.

As imagens de um vídeo gravado com uma bodycam (câmera acoplada ao uniforme do policial) mostram Petito chorando e reclamando de sua saúde mental para o agente de segurança. Ela também disse que o casal estava discutindo com mais frequência.

Um relatório policial sobre o incidente afirma que Laundrie alegou que Petito o agrediu após uma discussão.

Os policiais recomendaram que os dois passassem a noite separados, mas não prestaram queixa. Ainda não se sabe o que aconteceu na sequência.

Em 19 de agosto, um vídeo foi postado em um canal do YouTube registrado com o email de Petito. O vídeo mostrava o casal sorrindo, se beijando e correndo em praias. Já foi visto mais de 3,2 milhões de vezes.

As atualizações regulares de rede social do casal no Instagram terminaram abruptamente no fim de agosto.

Petito fez uma chamada de vídeo com a mãe no dia 24 de agosto para avisar que estava saindo de Utah e indo para a Cordilheira Teton, em Wyoming, de acordo com Rick Stafford, advogado de Petito.

A mãe de Petito, Nicole Schmidt, contou à CBS de Nova York que costumava falar com a filha três vezes por semana durante a viagem.

Em 25 de agosto, Petito postou pela última vez no Instagram, com a legenda "Happy Halloween". A galeria de fotos não incluía nenhuma informação de localização.

O QUE DIZEM AS MENSAGENS DE TEXTO?

Em uma solicitação de mandado de busca, as autoridades escreveram que as mensagens de texto enviadas por Petito para a mãe pareciam mostrar uma tensão crescente entre o casal.

De acordo com o requerimento, Petito enviou uma "mensagem estranha" sobre seu avô que soou fora de contexto, preocupando a mãe.

A última vez que a família de Petito teve notícias dela foi por uma mensagem de texto em 30 de agosto que dizia: "Sem sinal em Yosemite", uma referência ao parque nacional na Califórnia.

Schmidt tem dúvidas sobre quem enviou esta mensagem. Após uma busca que gerou comoção nacional, as autoridades encontraram restos mortais — agora confirmados como sendo de Petito — em uma área remota do Parque Nacional Grand Teton e da Floresta Nacional Bridger-Teton, em Wyoming, em 19 de setembro.

Os investigadores ainda não revelaram como o corpo foi encontrado.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem