Celebridades

BTS faz discurso na Assembleia-Geral da ONU e fãs comemoram: 'Meu orgulho'

Grupo também fez perfomance especial de 'Permission to Dance'

O grupo de K-pop BTS e o presidente da Coreia do Sul Moon Jae-in - AFP
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

O grupo de K-pop BTS foi convidado para realizar um discurso na 76ª Assembleia-Geral da ONU na manhã desta segunda-feira (20). O grupo musical falou sobre os desafios da nova geração e o impacto que a pandemia de Covid-19 causou nos jovens.

"Fiquei triste em ouvir que formaturas foram canceladas. É um momento de celebração e perdê-lo é frustrante. Nos partiu o coração cancelar nossa turnê mundial de shows", disse Jungkook. "Foi um momento que lamentamos o que a Covid-19 tirou de nós", completou Suga.

Nas redes sociais, os fãs de RM, Jin, Suga, J-Hope, Jimin, V e Jungkook comentaram sobre o discurso e celebraram a apresentação do septeto, que lançou uma performance especial da música "Permission to Dance", filmada na sede da ONU.

"Viajar da Coreia pros Estados Unidos para ir no VMA? Met Gala? Outro assunto? Não. Viajar para fazer história na Assembleia-Geral da ONU e ser a voz dessa geração, meu orgulho", escreveu uma internauta. "Esse é tipo de coisa que somente o BTS consegue fazer, show na ONU", celebrou um segundo.

"Só o BTS para fazer mais de 100 mil jovens brasileiros assistirem de fato a Assembleia-Geral da ONU", pontuou outra. "Além de discursar, eles também performaram na ONU. Ninguém acima do BTS!", escreveu outro internauta.

"Eles não simples cantores do momento, que depois de meses esquecem, ou cantores que fizeram sucesso com uma música e ninguém lembra depois. Eles são um marco pro mundo. O BTS não faz história, o BTS é a história", refletiu ainda outro fã.

No discurso, J-Hope afirmou que a geração atual teve uma sensação invasiva "de que nosso tempo no mundo seja limitado". "Acabamos de falar sobre as coisas que lamentamos e estremeço em pensar sobre o luto sobre a terra", acrescenta.

"É uma discussão difícil. Mas aprendi que há muitas pessoas interessadas nos campos de estudos desse tema. Essas pessoas estão buscando as respostas de como devemos viver nosso futuro", disse Namjoon. "Espero que não consideremos o futuro apenas como uma escuridão sombria", completou Taehyung.

"Essa geração está buscando novas coisas, aprendendo. Eles não estão perdidos. Estão achando coragem e aceitando desafios", disse Jimin. "Em vez de chamá-los de geração perdida, podemos chamá-los de geração acolhedora. Em vez de temer as mudanças, eles as abraçam", concluiu Jin.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem