Celebridades

Luísa Sonza é processada em R$ 470 mil por agência de shows

Cantora rompeu contrato com Chantilly Produções em 2020

Luísa Sonza - Felipe Gomes/Divulgação
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

A cantora Luísa Sonza, 23, está sendo processada pela agência de shows Chantilly Produções Artísticas, do Rio de Janeiro, na 2ª Vara Cível de São Paulo. O julgamento não aconteceu e ainda não possui data.

A ação cobra uma multa de R$ 471 mil e na decisão, o juiz responsável pelo caso, Carlos Eduardo Santos Pontes de Miranda, determinou que apenas a cantora seja citada, excluindo assim as sociedades Luísa Sonza & Cia Ltda. e Music2 Publicidade Digital Ltda.

A artista rompeu contrato com a empresa em outubro do ano passado, e, segundo o jornal O Dia, o acordo teria sido encerrado através de um telegrama. Sonza estava com a agência desde 2019, e o contrato tinha o prazo de três anos. Atualmente o processo corre no Foro Regional de Santo Amaro.

Procuradas pelo F5, a defesa da cantora e a agência não se pronunciaram até a conclusão desta reportagem. Neste sábado (7), às 20h, vai ao ar no Multishow Prazer, Luísa, atração na qual a cantora e compositora vai falar não só a respeito da própria intimidade, mas também sobre a construção de seu mais novo disco, o recém-lançado "Doce 22".

Para Sonza, fazer o programa é mais do que uma honra e uma alegria, é o reconhecimento de uma carreira que ela vem construindo desde 2014, quando publicava covers de músicas conhecidas em seu canal no YouTube.

"Chegar nesse lugar é muito gratificante, além de dar a sensação de que tudo valeu a pena e que estou no caminho certo como artista. Vai ser incrível falar de "Doce 22" e também do meu trabalho", disse em conversa com a imprensa realizada na quarta-feira (4).

Serão no total cinco episódios, já gravados, nos quais Sonza receberá os cantores Dilsinho, 29, Lulu Santos, 68, Jão, 26, e Pocah, 26, para debater temas como amor, relacionamentos na mídia, amizade, feminismo, sororidade, cancelamento, liberdade e sexualidade, sempre tendo a música como fio condutor. O último episódio será um especial musical.

"Todos os momentos do programa foram muito gostosos, mas é óbvio que no palco cantando é o único lugar em que me sinto feliz e completa", destacou Luísa Sonza. "Fiquei muitos anos buscando e vivendo para a música. O amor da minha vida é e sempre será meu trabalho. Ninguém tira isso de mim."

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem