Celebridades

Advogado de Britney Spears diz agir para afastar 'rapidamente' pai da artista

Novo defensor participou de audiência nesta segunda nos EUA

Britney Spears - Mario Anzuoni - 22.jul.19/ Reuters
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Los Angeles
AFP

O advogado de Britney Spears, 39, afirmou nesta segunda-feira (19) que está agindo "de forma agressiva e rápida" para que o pai da artista, Jamie Spears, 69, perca o poder de controle sobre os negócios de sua filha.

O advogado se encontrou com repórteres após uma breve audiência no tribunal de Los Angeles. "Meu escritório e eu estamos agindo de forma agressiva e rápida para peticionar a destituição de Jamie Spears, a menos que ele renuncie primeiro", declarou Mathew Rosengart.

"Estamos trabalhando muito nos documentos", acrescentou ele, que assumiu a defesa de Britney Spears na semana passada, depois que a justiça permitiu que a cantora escolhesse sua própria representação legal.

Spears foi colocada sob uma tutela legal administrada em grande parte por seu pai após seu colapso em 2007. Mas a estrela pop se opõe à decisão e em junho criticou no tribunal que estava sendo vítima de "abuso".

Na semana passada, Spears reiterou e ampliou essa afirmação em depoimento por telefone ao tribunal. No fim de semana, ela escreveu no Instagram que não irá mais se apresentar enquanto seu pai tiver a última a palavra sobre o que usa, diz, faz ou pensa.

Antes mesmo de Spears pedir ao tribunal o fim da tutela, seus fãs criaram uma campanha batizada de #FreeBritney (Libertem Britney) e se reuniram do lado de fora das audiências do tribunal e em comícios ao redor do mundo para exigir que os desejos da estrela do pop sejam respeitados.

"Mais uma vez, quero agradecer a Britney Spears por sua coragem e força", disse Rosengart na segunda-feira. "Também quero agradecer aos fãs e seguidores de Britney Spears", acrescentou.

O advogado de Jamie Spears disse ao tribunal na semana passada que o pai da cantora abdicaria voluntariamente da tutela.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem