Celebridades
Descrição de chapéu twitter memes

Zeca Pagodinho reage a meme: 'Descobri que sou cringe demais'

Internauta fez brincadeira com sucesso do cantor

Zeca Pagodinho
O cantor Zeca Pagodinho - Guto Costa
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

O cantor Zeca Pagodinho, 62, movimentou a Internet nesta terça-feira (22) ao mencionar em seu Twitter, com um emoji chorando de rir, um meme feito com uma música sua. Na imagem compartilhada, o cantor aparece com o filtro negativo e a legenda "descobri que sou cringe demais".

A legenda faz referência à música "Verdade" (1996), com o verso "Descobri que te amo demais" e nasceu da junção de dois assuntos que tomaram conta das redes sociais nas últimas semanas. O fato de a foto estar com o filtro que inverte as cores nasceu de um meme que consiste em inverter as cores da foto e o significado do que ela representa.

Já a palavra "cringe" vem sendo usada para classificar atitudes e comportamentos que causam "vergonha alheia". Nas respostas da publicação os fãs do cantor se divertiram com o fato dele ter notado o meme. "Zeca você é o melhor", escreveu uma internauta.

Recentemente, o artista fez sucesso nas redes sociais com seu look de inverno composto de gorro, roupão, meia e chinelo de dedo. O cantor disse que adora o frio e que com as temperaturas baixas troca a cerveja por um bom vinho.

"Sou um carioca que não gosta de praia nem de sol, eu passo mal. Acho bem melhor quando está frio. Curto olhar no armário e escolher uma roupa bacana para usar, acender uma lareira ou uma fogueira, se eu estiver em Xerém, aonde tenho passado mais tempo ultimamente", afirmou o cantor ao jornal O Globo.

"Aproveito para beber um vinho bom, não dá para beber cerveja, até porque a gelada pede um parceiro e com a pandemia não podemos encontrar", completou ele. Na legenda da publicação que viralizou, o artista havia brincado: "No inverno, as pessoas ficam mais elegantes, não é mesmo?".

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem