Celebridades

Pedroca Monteiro afirma que 'transformar rindo é a melhor maneira'

No elenco da próxima novela das 19h, ator se rende às redes sociais

O ator e humorista Pedroca Monteiro Juliana Coutinho/Multishow

São Paulo

O ator e comediante Pedroca Monteiro, 39, é mais um artista que encontrou nas redes sociais um meio de não ficar parado e ainda gerar reflexão neste período de pandemia. "Foi uma grande transformação para mim", afirma ele, que está no elenco da novela “Quanto Mais Vida Melhor” (Globo).

O folhetim, previsto para as 19h, continua sem data de estreia, já que pode haver mais uma reprise após o término da atual "Salve-se Quem Puder", por causa do agravamento da Covid-19. O ator, no entanto, afirma que "está sendo uma delícia fazer" a nova trama, mesmo com o ritmo lento das filmagens.

Com as incertezas na TV na pandemia, Monteiro se dedicou à “#Mininovela” nas redes sociais. Ele criou todos os personagens e produziu os episódios. “Eu estava muito triste naquele momento e comecei a fazer os vídeos para mim”, explica o humorista que lançou capítulos diariamente por seis meses.

“Assim que postei os vídeos as pessoas começaram a comentar, e aquilo, no meu Instagram, passou a ser um ponto de encontro”, relembra sobre o trabalho que, segundo ele, o salvou durante a quarentena. “Me colocou em outro lugar e me deu muita força para passar por tudo isso”, completa.

“O surgimento foi gradativo, os personagens começaram a interagir e uma história foi entrando na outra e por conta dos novos seguidores e meus amigos eu comecei a ter força para fazer”, comenta em entrevista ao F5.

A produção teve tanta repercussão, que o humorista fez em seguida a "#Miniminissérie", em parceria com uma empresa telefônica. Monteiro também viu suas músicas, gravadas na voz de sua personagem Carol Priscila, sendo cantadas por grandes nomes brasileiros.

“Uma delas foi a ‘Solidão Galopante’ que várias pessoas gravaram e mandaram para mim”, relembra o ator. “O Lulu Santos gravou a música e eu quase desmaiei! Inclusive mandou um vídeo”, diz. Ao final da "#Mininovela", Monteiro fez um vídeo reunindo todas as interpretações da música de Carol Priscila.

Fora da internet, o ator está nas gravações da nova temporada do “Vai Que Cola” (Multishow), como o cubano Alejandro, personagem que passou a fazer parte do elenco fixo do humorístico na sétima temporada, intitulada “Vai Que Cola: Partiu Miami” (2019) e que foi ao ar nas últimas semanas na Globo.

“Fiquei tão feliz”, conta ele sobre o convite para participar da atração, “eu já era fã do programa e muito amigo de todos os atores”. “Fiquei nervoso e ansioso no primeiro dia de gravação”, relembra, “mas fui super bem-recebido por eles.”

Acumulando projetos, o ator conta que um dos maiores presentes que recebeu neste ano de 2021 foi poder trabalhar no programa Dani-se (GNT), da comediante Dani Calabresa, 39. Monteiro fez parte dos 10 episódios da temporada e se lembra com carinho da produção.

“Foi um presentão em 2021! Começamos os nossos encontros virtuais em 2020 para criação do programa, a Dani é uma parceira muito generosa, ela abriu um espaço muito importante para mim no projeto e me acolheu lindamente. Isso mudou totalmente minha vida, minha energia.”

“Rimos muito, nos divertimos muito. Foram encontros muito prazerosos, poderosos e transformadores para todo mundo”, afirma. “E fiquei apaixonado pela Dani. Pela energia, genialidade, inteligência e a generosidade que ela teve de me trazer para perto e abrir esse espaço para mim no projeto dela.”

ALÍVIO NA PANDEMIA

Em conjunto com o sucesso que as redes sociais trouxeram para o humorista, ele afirma que elas o ajudaram a manter sua saúde mental. “Uso as redes para poder encontrar meus próprios amigos, não só meus seguidores ou pessoas que eu não conheço.”

Ele afirma que, por conta da “#Mininovela” e pelas lives que fazia junto do comediante Luís Lobianco, 39, com o coletivo Buraco Show, conheceu muitas pessoas. “Muitos amigos eu fiz no Instagram”, continua.

“É uma ferramenta muito poderosa. Se soubermos usar a nosso favor é uma ferramenta bem poderosa mesmo”, reflete o ator que também usa esse meio para tratar de assuntos importantes de forma mais leve.

Para Monteiro tratar assuntos delicados através da comédia é “uma maneira mais eficaz de conseguir chamar atenção e transformar algo. Através do humor as pessoas têm uma maior boa vontade para ouvir e identificar e tentar transformar.”

“Transformar rindo é a melhor maneira”, diz, “e é a única que eu sei fazer”. “Estamos vivendo um momento que temos que falar e botar para fora e tentar transformar e o jeito que eu conheço de transformar as coisas é através do humor”, completa.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem