Celebridades
Descrição de chapéu Coronavírus

Menor casal do mundo é vacinado contra Covid no interior de SP

Paulo Gabriel da Silva Barros e Katyucia Barros moram em Itapeva

Menor casal do mundo
Menor casal do mundo - Reprodução @omenorcasaldomundo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

O casal brasileiro reconhecido desde 2016 pelo Guinness Book como o menor do mundo tomou a primeira dose da vacina contra Covid-19, na Unidade Básica de Saúde (UBS) do Parque São Jorge, em Itapeva, interior de São Paulo, na quinta-feira (10). O momento da imunização foi compartilhado no Instagram do casal.

Paulo Gabriel da Silva Barros, 35, conhecido como Paulinho Gigante, e Katyucia Barros, 32, fazem parte do grupo do grupo de pessoas com deficiência permanente devido ao nanismo.Eles medem juntos 1,81 m, ele tem 90 cm e ela 91cm.

Paulinho Gigante disse que eles tomaram a vacina da AstraZeneca e que receberão a segunda dose em setembro. “É 50% de alívio, já saiu metade do peso das nossas costas. É claro que, a partir de agora, como já estávamos tomando todos os cuidados, a gente vai continuar a mesma coisa porque a gente sabe que não é porque você foi vacinado que está 100% imune”, disse Paulinho.

Durante a pandemia, o casal teve que manter uma rotina extra de cuidados para não contrair o vírus, como não sair de casa e evitar de receber familiares. Paulinho Gigante admitiu que tem medo de pegar a doença porque é necessária uma estrutura diferente na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) para atender pessoas com nanismo.

“Tanto eu quanto a minha esposa, por nós estarmos classificados no grupo de risco, basicamente deixamos de viver. A gente não está saindo de casa, a gente está evitando ao máximo receber familiares. Deus nos livre de pegarmos a Covid. A gente não sabe como essa doença vai reagir no nosso corpo”, disse Paulinho Gigante.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem