Aviso
Este conteúdo é para maiores de 18 anos. Se tem menos de 18 anos, é inapropriado para você. Clique aqui.

Celebridades

Paulo Gustavo doou R$ 1,5 milhão para a caridade, diz padre Júlio Lancellotti

Padre conta que doação foi para centro de tratamento de câncer

Ator e humorista Paulo Gustavo - Victor Pollak/Globo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

Após a morte do humorista Paulo Gustavo nesta terça-feira (4), o padre Julio Lancellotti anunciou em suas redes sociais que o ator havia doado R$ 1,5 milhão para a construção de um centro de tratamento de câncer.

Segundo o presbítero, em 2017, quando as construções do centro começaram o comediante voltou a contribuir com mais uma quantia. "Muita gente não sabe, mas o ator Paulo Gustavo era grande benemérito das Obras Sociais Irmã Dulce (Osid)", explicou o religioso na publicação.

"Paulo Gustavo doou R$ 600 mil para a construção de uma unidade de oncologia da Osid. Em 2017, quando a obra de construção iniciou, ele visitou o espaço. O apoio não parou por aí", continuou o comunicado.

"Segundo a superintendente da Osid e sobrinha de Santa Dulce, Maria Rita, Paulo Gustavo doou à instituição um total de 1,5 milhão", concluiu. O humorista estava internado na Unidade de Terapia Intensiva de um hospital no Rio de Janeiro desde o dia 13 de março com Covid-19.

Uma semana após a internação, ele teve de ser intubado porque estava com dificuldade para respirar. No dia 2 de abril, piorou e precisou da ajuda de uma espécie de pulmão artificial usado apenas nos casos mais graves.

Um mês depois, teve uma embolia gasosa que se espalhou em decorrência de um rompimento do tecido do pulmão. Paulo Gustavo deixa marido, o médico Thales Bretas, e dois filhos, Gael e Romeu.

A trilogia “Minha Mãe É uma Peça”, estrelada por seu alter ego Dona Hermínia, vendeu cerca de 22 milhões de ingressos. O terceiro longa ostenta atualmente o título de maior bilheteria de filme nacional de todos os tempos, com uma renda bruta de R$ 143,9 milhões.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem