Celebridades

Viúva de Chico Anysio diz que deseja retomar contato com filhos do humorista

Advogado dos herdeiros afirma que Malga Di Paula mente

Malga Di Paula, viúva de Chico Anysio, em entrevista ao programa A Noite É Nossa, da Record
Malga Di Paula, viúva de Chico Anysio, em entrevista ao programa A Noite É Nossa, da Record - Divulgação/Record TV
São Paulo

Após nove anos da morte de Chico Anysio (1931-2012), a viúva Malga Di Paula diz que deseja retomar o contato com os oito filhos do humorista. Ela briga na justiça para ter reconhecido seu direito aos bens do humorista, sobretudo a um apartamento.

"Eu quero muito falar com vocês. Nós passamos momentos tão lindos juntos. O Chico amava vocês tanto e vocês sabem que o Chico me amava e que o amor era verdadeiro. E eu o amei tanto. E eu cuidei dele tanto, com tanto amor. Fiz tudo o que eu podia pelo pai de vocês. Por que a gente se afastou?”, afirma ela em entrevista ao programa A Noite É Nossa, da Record, que vai ao ar nesta quarta (14)..

O advogado Roberto Halbouti, que representa sete dos oito filhos de Anysio, diz que Malga mente. "Se ela quisesse retomar o contato era só dar um telefonema para mim. É muito simples, ela não precisa ir para a televisão. Tudo que ela está dizendo é mentira."

A Justiça anulou o testamento do comediante porque o filho mais velho, Luiz Guilherme, conhecido como Lug de Paula, que fazia o personagem Seu Boneco na Escolinha do Professor Raimundo, não era contemplado na divisão de bens.

"Que história é essa de querer falar com os filhos se ela está fugindo do oficial de justiça? Ela muda de endereço toda hora e não presta contas", afirma o advogado dos herdeiros. Segundo ele, Di Paula precisa responder quem está morando no apartamento em que ela vivia com Anysio. "Há vários processos contra ela", completa ele.

ENTREVISTA

No programa A Noite É Nossa, a viúva, com que o humorista ficou casado por 14 anos, também relembra momentos e curiosidades da carreira do marido, com os artistas preferidos dele na Escolinha do Professor Raimundo.

“Os atores que ele mais amava eram o Francisco Milani [que interpretava o personagem Pedro Pedreira] e o Rogério Cardoso [que fazia o personagem Rolando Lero]. Agora, se eu for te falar alguém que a gente entrava na casa um do outro, que era uma das pessoas mais próximas a nós, era o Tom Cavalcante. Esse era como se fosse filho do Chico”, afirmou Malga.

Ela relata ainda que, quando foi anunciado o fim da Escolinha, Anysio escutou que a atração "era um humor velho". O programa, porém, ganhou nova versão em 2015 com Bruno Mazzeo, filho do comediante, no papel do professor Raimundo. O humorístico teve seis temporadas e foi encerrado em 2020.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem