Aviso
Este conteúdo é para maiores de 18 anos. Se tem menos de 18 anos, é inapropriado para você. Clique aqui.

Celebridades

Gal Gadot está grávida do terceiro filho: 'Lá vamos nós de novo'

Casada com o empresário Yaron Varsano, a atriz de 'Mulher-Maravilha' é mãe de duas meninas

Gal Gadot está grávida do terceiro filho. Atriz compartilhou a novidade nas redes sociais mostrando foto em que aparece com o marido, Jaron Varsano, e as filhas, Alma e Maya, com as mãos em sua barriga - Instagram/gal_gadot
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

Gal Gadot, 35, anunciou nesta segunda (1º), que está grávida do seu terceiro filho. A atriz, conhecida pelo seu papel como Mulher-Maravilha nos cinemas, fez a revelação ao publicar uma foto no Instagram ao lado do marido, Yaron Varsano, e das duas filhas do casal, Alma, 9, e Maya, 3.

Na imagem, os três estão com a mãe na barriga de Gadot. "Lá vamos nós de novo", escreveu ela, na legenda.

A atriz israelense será Cleópatra em um novo longa da Paramount Pictures. A informação foi divulgada no fim do ano passado e confirmada por ela em publicação nas suas redes sociais. "Adoro embarcar em novas jornadas. Adoro a emoção de novos projetos, de trazer novas histórias à vida. Cleópatra é uma história que eu queria contar há muito tempo. Não poderia estar mais grata por esse time!", escreveu Gadot no Twitter, na ocasião.

A notícia gerou uma controvérsia de "whitewashing" —termo que se refere ao embranquecimento de personagens de outras etnias— de Hollywood e renovou um debate histórico sobre a ancestralidade da antiga rainha do Egito.

O anúncio, no entanto, imediatamente gerou críticas nas redes sociais sobre a escolha da atriz branca nascida em Israel para interpretar uma rainha africana. "Hollywood sempre escala atrizes americanas brancas como a Rainha do Nilo. Pelo menos uma vez, eles não conseguem encontrar uma atriz africana?", tuitou o autor James Hall.

O furor traz à tona críticas mais amplas ao hábito de Hollywood de selecionar atores brancos para papéis não brancos, aparentemente com base na suposição de maior apelo de bilheteria, uma prática que costuma ser chamada de "whitewashing".

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem