Celebridades

Beyoncé celebra aniversário e doa R$ 5,3 milhões a negros nos Estados Unidos

Atitude foi divulgada em seu site oficial

Imagem de 'Black Is King', novo álbum visual de Beyoncé
Imagem de 'Black Is King', novo álbum visual de Beyoncé - Divulgação
São Paulo

No dia em que completa 39 anos, a cantora Beyoncé resolveu dar um presente a outras pessoas. Em seu site oficial, anunciou que doaria o valor de US$ 1 milhão (o equivalente pela cotação atual a R$ 5,3 milhões) a empresários negros dos Estados Unidos.

“É um orgulho anunciar uma doação de 1 milhão de dólares de Beyoncé para ajudar pequenos empresários negros”, diz o comunicado. Associação Nacional para o Progresso de Pessoas de Cor, nos Estados Unidos, foi quem viabilizou o fundo em parceria com a artista.

Os Estados Unidos vem sofrendo com muitos casos de abusos de autoridades e com mortes de homens negros por policiais brancos. O caso mais marcante e que gerou maior alvoroço no país foi com George Floyd que recebeu por quase dez minutos um joelho no pescoço enquanto estava algemado.

Mãe de Bluy Ivy, 8, e dos gêmeos Sir e Rumi, 3, frutos de sua relação com o rapper Jay-Z, Beyoncé, lançou recentemente seu novo álbum visual, “Black Is King”, recém-lançado no Disney+. Ele é inspirado na história do remake de “O Rei Leão”, do ano passado, em que a cantora dá voz a Nala, e vem como o ponto de expressão mais alto daquilo que influencia sua carreira nos últimos anos.

Ao dedicar um filme à ancestralidade, Beyoncé se aprofunda ainda mais no afrofuturismo –estética que questiona o presente e projeta o futuro a partir da perspectiva negra africana e diaspórica.

Seguindo o caminho de artistas como o precursor do movimento, Sun Ra, de Janelle Monáe e de sua própria irmã, Solange, a cantora propõe, ao longo de 85 minutos escritos, dirigidos e produzidos por ela —ao lado de um time de cineastas de países africanos— uma narrativa em que as pessoas negras são, todas, reis e rainhas.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Mais lidas