Celebridades

Romero Britto diz que mulher que quebrou sua obra pôs pessoas em risco e nega desrespeito

'Infelizmente há pessoas que querem ficar famosas às custas de outro', disse ele

Romero Britto - Instagram/romerobritto
São Paulo

O artista plástico Romero Britto, 56, comentou neste sábado (15) o vídeo que viralizou na internet na sexta-feira (14) e que mostra uma mulher jogando no chão uma das obras do artista na frente dele. Ele lamentou o ocorrido e afirmou que ela colocou ele e outras pessoas em risco com sua atitude.

"O vídeo do incidente ocorreu em 2017 no qual todos podem ver que fui vítima de uma pessoa que foi a uma de minhas galerias de arte e quebrou uma escultura que havia ganhado", afirmou ele. "Uma peça pesada de porcelana que ao quebrar em pedaços poderia ter causado danos a mim, a ela ou a qualquer outra pessoa no local. É lamentável, mas a integridade física das pessoas foi colocada em risco naquele momento. Infelizmente há pessoas que querem ficar famosas às custas de outro."

Em nota (leia a íntegra abaixo), ele disse ainda que seu propósito “sempre foi o de levar alegria, amor e esperança a todos”. “Não admito desrespeito e jamais tive a intenção de desrespeitar alguém”, completou ele, que foi acusado pela mulher de ter maltratado funcionários durante uma visita no restaurante dela.

“A internet é muitas vezes injusta, e as pessoas não estão preocupadas com a verdade. Gostam de confusão, drama, negatividade, de julgar sem analisar os fatos. Vou continuar minha missão de alegrar o mundo, que como nunca precisa de mais amor, felicidade, esperança e otimismo”, completou Britto.

A mulher, que quebrou a obra avaliada em US$ 4.800 (cerca de R$ 25,9 mil) afirma nos vídeos que é dona de um restaurante que fica na frente da loja do artista e que era fã dele. “Considerava você um homem respeitável, mas me equivoquei”, disse ela a Britto em uma galeria dele, em Miami, nos EUA.

“Você foi ao meu restaurante, reservou uma mesa para 20 pessoas para tomar café da manhã ao preço de US$ 8 (cerca de R$ 43), que é barato, e ainda pediu desconto”, reclamou ela. “Você humilhou meus funcionários, pediu que eles tirassem a música e pediu que não falassem, porque senão o senhor não iria mais.”

“Isso foi humilhante”, avaliou ela. “Para uma pessoa honesta e respeitável, você carece de humildade. Então eu lhe exijo que nunca mais vá ao meu restaurante, nem ofenda aos meus funcionários. Nunca mais.” Só no final do discurso é que ela jogou a obra no chão.

Leia a íntegra da nota de Romero Britto:

"O vídeo do incidente ocorreu em 2017 no qual todos podem ver que fui vítima de uma pessoa que foi a uma de minhas galerias de arte e quebrou uma escultura que havia ganhado. Uma peça pesada de porcelana que ao quebrar em pedaços poderia ter causado danos a mim, a ela ou a qualquer outra pessoa no local. É lamentável, mas a integridade física das pessoas foi colocada em risco naquele momento. Infelizmente há pessoas que querem ficar famosas às custas de outro.
Através da minha arte meu propósito sempre foi o de levar alegria, amor e esperança a todos. Não admito desrespeito e jamais tive a intenção de desrespeitar alguém.
A internet é muitas vezes injusta e as pessoas não estão preocupadas com a verdade. Gostam de confusão, drama, negatividade, de julgar sem analisar os fatos.
Vou continuar minha missão de alegrar o mundo, que como nunca precisa de mais amor, felicidade, esperança e otimismo."

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem