Celebridades

Ellen DeGeneres estaria se sentindo traída e pronta para deixar programa após polêmica

Ex-funcionários relataram ambiente de trabalho tóxico nos bastidores

Ellen DeGeneres - Valerie Macon - 3.nov.19/ AFP
São Paulo

A apresentadora Ellen DeGeneres, 62, estaria se sentindo "traída" e cogitando sair de seu programa, após acusações de ex-funcionários que alegam racismo, preconceito e até má conduta sexual nos bastidores da atração. A informação é da revista US Weekly, que teria ouvido uma fonte próxima à artista.

“Ela está chateada com o fato de as pessoas se apresentarem para compartilhar histórias negativas sobre ela e se sente traída”, afirmou a fonte à publicação. “Ela sabe que pode ser difícil às vezes [conviver com o sucesso], mas acredita que trabalha duro e é extremamente criativa e que é um privilégio trabalhar para ela e estar perto dela”, completa.

A polêmica envolvendo a apresentadora começou quando dez ex-funcionários relatarem ao site BuzzFeed que o ambiente de trabalho nos bastidores do programa era “tóxico”. Eles relataram situações de racismo, medo e intimidação. Posteriormente, outros funcionários também se apresentaram, totalizando 36 acusações.

Na última quinta-feira (30), Ellen DeGeneres teria se desculpado com sua equipe por meio de uma carta, a qual a US Weekly teve acesso: “No primeiro dia do nosso programa, eu disse a todos que o Ellen DeGeneres Show seria um lugar de felicidade. Obviamente, algo mudou e estou desapontado ao saber que esse não foi o caso.”

“Por isso, me desculpem”, teria dito ela na carta. “Quem me conhece sabe que isso é o oposto do que eu acredito e do que eu esperava para o nosso programa”. Ex-funcionários, no entanto, chegaram a dizer ao BuzzFeed, sob anonimato, que seria muito difícil que a apresentadora não soubesse o que acontecia nos bastidores.

Antes dos relatos de que Ellen DeGeneres estaria pensando em deixar a apresentação do programa, o produtor executivo da atração, Andy Lassner havia negado, na última quinta-feira, qualquer saída ou cancelamento em resposta a um fã: “Ninguém está saindo do ar”, afirmou ele na ocasião.

ENTRE FAMOSOS

Além das acusações de membros da equipe do programa, Ellen também estaria “arrasada” com a forma como celebridades de Hollywood a tem tratado após a polêmica ter vindo à tona.

Alguns em seu círculo de amizade se perguntam se tudo começou com ela sendo vista com o ex-presidente George W. Bush, 74, em um jogo de futebol americano, em outubro de 2019. Elton John, 73, a defendeu à época e a própria DeGeneres falou sobre o incidente em seu programa, dizendo que seu slogan “seja gentil” significa mostrar compaixão por todos.

Para a fonte ouvida pelo New York Post, o principal motivo para o afastamento dos famosos amigos da apresentadora é o receio de serem julgados pela opinião pública. “Todo mundo tem medo da multidão liberal. Ninguém quer ser o próximo”.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem