Celebridades

Madonna compartilha vídeo em defesa da cloroquina, e Instagram censura postagem

Publicação foi marcada como 'fake news' e fãs ficaram surpresos

Imagem da cantora Madonna
Imagem da cantora Madonna - Instagram/@madonna
São Paulo

Madonna, 61, surpreendeu muitos de seus fãs na noite desta terça-feira (28) ao compartilhar no Instagram um vídeo em que a médica Stella Immanuel afirma que a cura para o novo coronavírus "se chama hidroxicloroquina".

A postagem foi marcada como informação falsa pelo Instagram e, depois, excluída por Madonna. Além de compartilhar o vídeo, a cantora escreveu na legenda que "algumas pessoas não querem ouvir a verdade, especialmente as que lucram com a longa busca pela vacina". Ela disse ainda que a cura para a Covid-19 "está disponível há meses".

O vídeo é o mesmo repostado pelo presidente americano, Donald Trump. O filho dele, Donald Trump Jr., afirmou que era imprescindível assistir ao vídeo e, no entanto, tiraram as imagens do ar por considerarem que elas promovem desinformação.

Até agora, todos os principais ensaios clínicos sobre o medicamento não encontraram benefícios do uso da droga no tratamento da doença, e as principais autoridades nacionais de saúde nos Estados Unidos passaram a restringir o uso da hidroxicloroquina devido a possíveis danos cardíacos.

A postagem de Madonna foi um dos assuntos mais comentados nas redes sociais durante a madrugada. Entre os que demonstraram surpresa está o cantor pernambucano Johnny Hooker. "Madonna, por favor, venha a público e diga que você foi hackeada e essa será a verdade que defenderei", afirmou. Outros fãs também afirmaram esperar que a cantora revele ter tido a conta invadida.

Confira a repercussão:

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem