Celebridades

Jacob Elordi diz que odiava rotina de treinos para 1º filme de 'A Barraca do Beijo'

'Não tenho interesse em ir à praia parecendo The Rock', brinca ator

Cena de "A Barraca do Beijo 2"
Cena de "A Barraca do Beijo 2" - Marcos Cruz/NETFLIX
São Paulo

O ator de "A Barraca do Beijo" Jacob Elordi, 23, disse que "treinou extensivamente" para gravar o primeiro filme da franquia da Netflix, pois acreditava que os produtores queriam que seu personagem estivesse em forma.

“Na época, eu era super jovem e fui jogado em um mundo onde todos queriam falar sobre meu corpo. Realmente me incomodou”, contou ele à revista Men's Health, revelando que fazia exercícios físicos todos os dias da semana –às vezes, duas vezes por dia. "Não me identifico com isso. Eu estava tentando me provar e ser conhecido como ator. Foi muita malhação, e eu odiei cada segundo disso."

Hoje, ele diz que tem uma relação mais saudável com sua rotina de exercícios, e que malha pela sua saúde. "Eu quero poder andar e correr com meus netos quando tiver 80 anos, sabe? É mais sobre ser funcional, em oposição à estética real", diz. "Vamos ser honestos –não tenho interesse em ir à praia parecendo The Rock", brincou.

Segundo a reportagem da revista, após a mudança de rotina de Elordi, os produtores de "A Barraca do Beijo" optaram por gravar menos cenas do ator sem camisa no segundo filme.

A Netflix anunciou no último domingo (26) que o longa de comédia romântica já tem sequência gravada, com lançamento previsto para 2021.

A terceira continuação da trama dirigida por Vince Marcello já está totalmente filmada, portanto não sofrerá nenhuma alteração por conta da pandemia do novo coronavírus. Para animar os fãs da franquia, a Netflix divulgou um trecho inédito nas redes sociais.

[ x ]

Na cena de "A Barraca do Beijo 3", a protagonista Elle, interpretada pela atriz Joey King, enfrenta um momento crucial em que precisa se decidir se vai estudar em Harvad com o namorado Noah (Jacob Erlodi) ou para Berkeley com o melhor amigo Lee (Joel Courtney).

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem