Celebridades

Kim Kardashian fecha acordo com Spotify para apresentar podcast sobre sistema penal

Socialite já ajudou a soltar duas presidiárias e hoje estuda direito

Kim Kardashian - Jean-Baptiste Lacroix - 09.fev.20/ AFP
Ayanti Bera Lisa Richwine

A socialite Kim Kardashian, 39, chegou a um acordo com a empresa sueca de streaming de música Spotify Technology SA para apresentar um podcast relacionado à reforma do sistema penal dos Estados Unidos, disse um representante nesta quarta-feira (17).

O programa, que estará disponível exclusivamente no Spotify, será relacionado ao trabalho de Kim com o The Innocence Project, uma organização sem fins lucrativos que luta contra condenações ilegais, acrescentou o representante.

Mais conhecida por desenvolver produtos de beleza e moda e documentar sua vida com as irmãs no programa Keeping Up with the Kardashians, a socialite se interessou pela reforma do sistema criminal depois de ajudar a libertar duas mulheres da prisão. Atualmente, ela está estudando para se tornar advogada por meio de um programa de aprendizagem na Califórnia.

O novo podcast destacará o trabalho investigativo da produtora de TV Lori Rothschild Ansaldi, afirmou o representante de Kardashian. Nenhum contrato financeiro foi divulgado sobre a parceria, que foi relatada pela primeira vez pelo Wall Street Journal.

O Spotify, que tem mais de 700 mil podcasts em sua plataforma e atinge quase 300 milhões de usuários mensais, vem investindo em grandes nomes para atrair o público para conteúdo não musical. Em maio, a plataforma assinou um acordo por direitos exclusivos de um podcast popular do comediante Joe Rogan. A empresa ainda não respondeu a um pedido por comentário.

Reuters
Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Mais lidas