Celebridades

Neymar é o único brasileiro em lista das 25 celebridades mais bem pagas do mundo

Segundo a Forbes, jogador aparece em 7º lugar com ganhos de R$ 487 milhões; veja lista

Neymar - Instagram/neymarjr
São Paulo

O jogador Neymar, 28, é o único brasileiro a aparecer na lista das 25 celebridades mais bem pagas do mundo, divulgada nesta quinta (4) pela Forbes. O atacante do PSG está em sétimo lugar com ganhos de US$ 95,5 milhões (R$ 487 milhões). Ele fica atrás dos jogadores Lionel Messi (5º lugar) e Cristiano Ronaldo (4º lugar), ambos que tiveram rendimentos de US$ 104 milhões (R$ 530 milhões).

Apesar de a própria Forbes ter divulgado no último dia 29 que Kylie Jenner, 22, mentia sobre o seu patrimônio, a influenciadora é a primeira colocada no ranking. Segundo a revista, ela teve faturamento de US$ 590 milhões (R$ 3 bilhões), sendo que a maior parte da fortuna veio da venda de 51% de sua empresa de cosméticos para a Coty.

"Embora ela tenha exagerado ao longo dos anos sobre a grandiosidade de seus negócios, o valor levantado na transação é real –o suficiente para ser classificado como um dos maiores ganhos de celebridades de todos os tempos", explica a publicação.

O segundo lugar é ocupado pelo cunhado de Kylie, Kanye West, que faturou US$ 170 milhões (R$ 867 milhões), sendo a maior parte de seus ganhos pelo acordo de sua linha de tênis Yeezy com a Adidas.

A lista da Forbes ainda conta com artistas como Ryan Reynolds (18ª colocação) e Taylor Swift (25ª). Veja:

As 25 celebridades mais bem pagas do mundo

  1. Kylie Jenner

  2. Kanye West

  3. Roger Federer

  4. Cristiano Ronaldo

  5. Lionel Messi

  6. Tyler Perry

  7. Neymar

  8. Howard Stern

  9. Lebron James

  10. Dwayne Johnson

  11. Rush Limbaugh

  12. Ellen Degeneres

  13. Bill Simmons

  14. Elton John

  15. James Patterson

  16. Stephen Curry

  17. Ariana Grande

  18. Ryan Reynolds

  19. Gordon Ramsay

  20. Jonas Brothers

  21. The Chainsmokers

  22. Dr Phil McGraw

  23. Ed Sheeran

  24. Kevin Durant

  25. Taylor Swift

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem