Celebridades

Billie Eilish consegue ordem de restrição de três anos contra invasor de sua casa

Homem de 24 anos foi sete vezes a casa da cantora em dois dias

Billie Eilish - Instagram/billieeilish
São Paulo

A cantora Billie Eilish, 18, conseguiu uma ordem de restrição de três anos contra um homem que estaria perseguindo-a, tendo aparecido em sua casa, em Los Angeles, nos Estados Unidos, sete vezes em apenas dois dias.

A audiência, que aconteceu online, teve a presença da cantora e de seus pais, que também foram incluído na ordem de restrição contra Prenell Rousseau, 24, que seria morador de Farmingville, Nova York. Com isso, ele não pode entrar em contato nem ficar a menos de 100 metros deles.

Eilish não se pronunciou durante a audiência, mas afirmou nos documentos do tribunal que Rousseau mostrou “comportamento errático” quando ele apareceu na casa que ela compartilha com os pais nos dias 4 e 5 de maio, até que ele foi finalmente preso por invasão de propriedade.

Segundo o site Page Six, o advogado da cantora pediu uma ordem de restrição de cinco anos, mas a juíza Dianna Gould-Saltman concedeu de apenas três. A juíza disse que ela não estava tentando minimizar a ameaça e enfatizou que a ordem pode ser alterada e ampliada, se necessário.

Na primeira vez que apareceu na casa de Eilish, Rousseau tocou a campainha e perguntou ao pai da cantora através da câmera de vigilância se ela morava lá, e persistiu depois que lhe disseram que ele estava na casa errada. Ele teria retornado mais tarde e ficado na varanda, lendo um livro.

Além da recusa em sair da propriedade, Eilish e seus pais afirmaram também na ação que ficaram assustados por Rousseau não ter usado máscara em cinco de suas aparições na casa e tocou repetidamente a campainha e forçou a maçaneta da porta sem luvas.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem