Celebridades

Theo Becker critica 'Jesus', da Record: 'Produtores de elenco fraquíssimos'

Ator aproveitou baixa audiência da novela para ressuscitar conflito com emissora

Theo Becker em entrevista ao programa "The Noite" - Lourival Ribeiro - 11.abr.2019/SBT
São Paulo

Embora tenha chegado ao fim com bom resultado em 2019, quando aumentou a audiência da Record e chegou até os Estados Unidos, "Jesus" não retornou com a mesma força em 2020 –a novela de Paula Richard está sendo reprisada desde 15 de abril.

Longe da televisão desde que interpretou Labão na minissérie bíblica "Lia" (2018), também da Record, Theo Becker aproveitou para ressuscitar seu conflito com a emissora. Em 2018, depois de fazer campanha explícita para protagonizar "Jesus", o ator conseguiu o papel do vilão Herodes, mas desistiu, alegando que havia se preparado para o papel principal.

"Eu, de verdade, lamento muito isso ter acontecido, e termos por fim rompido nossa relação profissional. Tentei de toda boa vontade precavê-los, avisá-los e salvá-los desse certeiro acontecimento", publicou em suas redes sociais, marcando a emissora na postagem. "Só queria deixar isso dito e relembrar que os comuniquei de boa vontade, mas não me escutaram e me taxaram como louco ou oportunista", desabafou.

Em resposta a uma seguidora, o ator, que acaba de lançar um e-book em que busca ensinar a chorar em cena, aproveitou para criticar os produtores de elenco, que classificou como "fraquíssimos": "Acho que eram gerentes de banco ou pastores. Mas até hoje não demonstram nenhuma noção em suas profissões. Só lhes resta o terceiro ou até mesmo o quarto lugar", comentou.

A outro seguidor que sugeriu que Theo substituísse Regina Duarte na Secretaria Especial de Cultura, o ator respondeu que no momento não se sente preparado. "Tenho grandes missões como ator e muita concentração nos importantes personagens que tenho pela frente", argumentou.

Theo disse ainda nunca ter almejado o papel-título, que ficou a encargo de Dudu Azevedo: "Eu só lutava para honrar o que Deus havia me pedido, dedicar-me e me preparar para um dia representá-lo". Mas, segundo o ator,está chegando a sua vez de cumprir a missão que lhe foi dada por "Ele": "Parece até milagre mas vem aí o filme 'Jesus', como Ele havia me informado", disse, referindo-se ao filme dirigido por César Nero em que interpretará o filho de Deus.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem