Celebridades

Cantor Guilherme, da dupla com Santiago, é cobrado em live por não pagar pensão

Músico tem filha de três anos com ex-Caldeirão do Huck

Guilherme da dupla sertaneja Guilherme & Santiago - Divulgação
São Paulo

O cantor Guilherme, que faz dupla sertaneja com Santiago, foi cobrado por algumas pessoas por não pagar pensão à filha de três anos que teve com a ex-assistente de palco do Caldeirão do Huck Mary Silvestre.

As cobranças foram feitas durante uma live no YouTube dos cantores. Eles cantavam ao vivo quando alguns sugeriram que ele se lembrasse da pequena.

“O show está bom, mas melhor ainda seria se tivesse pago a pensão da filha”, disse um seguidor. “Guilherme, paga a pensão da sua filha que está feio”, disse um outro.

De acordo com o jornal Extra, parentes e uma amiga de Mary contam que Guilherme e a modelo ficaram juntos por um mês até que ela descobriu a gravidez. E ele não quis assumir. Desde então, teria dívidas acumuladas com Mary por pensão. Um acordo também teria sido costurado pela parte da ex-assistente, mas não aceito pelo músico.

Procurada, a equipe que trabalha com Guilherme divulgou a seguinte nota: “A assessoria jurídica do cantor Guilherme, que faz dupla com Santiago, declara que a ação judicial que envolve Herickson Cardoso Rosa (Guilherme) e Mary Silvestre encontra-se em segredo de Justiça. Portanto, qualquer informação a este respeito irá contra previsão legal que assegura as partes envolvidas o direito ao sigilo”.

Já Mary disse que ele só tem fugido das intimações. "Na verdade ele nunca pagou nenhuma pensão, isso porque nem foi estipulado pela Justiça o quanto ele teria que pagar, pois não estamos conseguindo nem intimá-lo para audiência, já que ele foge até nos shows em que são encaminhadas as intimações."

No Instagram publicou uma mensagem enigmática ao postar sobre todo esse problema na Justiça com o sertanejo. “A gente pode tentar enganar os fãs, enganar as mulheres no Tinder, enganar a própria família, mas a Deus ninguém consegue enganar! E a justiça dele é para todos.”

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem