Celebridades

Gugu Liberato ganha acervo memorial com objetos da vida pessoal e profissional

Projeto será em homenagem aos 61 anos que completaria nessa sexta (10)

Gugu Liberato na semifinal do Canta Comigo
Gugu Liberato na semifinal do Canta Comigo - Antonio Chahestian / TV Record
São Paulo

Gugu Liberato, morto em novembro do ano passado, vai ganhar um arcevo memorial em homenagem aos 61 anos que completaria nesta sexta-feira (10). De acordo com a assessoria do apresentador, o acervo reúne peças que contam os 40 anos de sua história na televisão brasileira.

"Esta foi uma preocupação de seus filhos e familiares, que decidiram olhar de forma profissional todos os elementos que marcaram a sua carreira. Para os objetos não ficarem apenas em caixas ou trancados em armários, foi feita uma parceria com a 'Vida em Ordem', uma empresa especialista em organizar acervos, bibliotecas, arquivos pessoais e profissionais, entre os muitos trabalhos realizados atuou no acervo do Comandante Rolim", informou o comunicado.

Chamado "Memória Gugu Liberato", o projeto reúne desde figurinos usados pelo apresentador nos programas até fotos pessoais e cartões recebidos de amigos como Silvio Santos. "Todo este acervo tem como objetivo, num futuro do próximo, criar uma mostra e oferecer gratuitamente para faculdades de jornalismo, inclusive a Cásper Líbero, onde ele se formou."

Gugu teve a morte confirmada no dia 22 de novembro após passar dois dias internado em um hospital de Orlando, na Flórida, Estados Unidos, em decorrência de uma queda sofrida em casa. Ele despencou de uma altura de quatro metros, quando fazia um reparo no ar-condicionado instalado no sótão.

Apesar do anúncio da família, o documento, segundo a publicação, aponta a data oficial da morte como 21 de novembro e cita “contusões na cabeça e pescoço, com equimose periorbital à direita. Hemorragia subaracnóide, fraturas do osso parietal direito, fraturas na têmpora direita, hematomas subdurais bilaterais”.

Os familiares autorizaram a doação de todos os órgãos de Gugu, o que poderia beneficiar até 50 pessoas. O corpo dele foi enterrado no Cemitério Gethsêmani, no Morumbi, em São Paulo, após um velório de 22 horas, com homenagens e despedidas de fãs e alguns nomes importantes da televisão brasileira.

Gugu deixou a mulher, Rose, e os três filhos do casal --João Augusto, 18, e as gêmeas Sofia e Marina, 16. No testamento, no entanto, o apresentador excluiu a mulher, com quem não era casado legalmente, o que a fez um requerimento à Justiça pedindo para ser a inventariante dos bens deixados pelo apresentador.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem