Celebridades

Chris Hemsworth diz que se sentia sufocado vivendo em Hollywood com a família

Ator está passando a quarentena na Austrália

Chris Hemsworth
Chris Hemsworth - Instagram/Chris Hemsworth
São Paulo

Desde 2015 morando oficialmente em Hollywood, Califórnia (EUA), o ator Chris Hemsworth, 36, se mudou para o seu país de origem com a família, na Austrália. Em uma entrevista a The Sunday Telegraph, o astro de "Vingadores: Ultimato" conhecido por dar vida ao super-herói da Marvel, Thor, disse que se sentia sufocado no país norte-americano.

"Você é sufocado pelo trabalho, todas as conversas que você está tendo e todos os outdoors que vê estão relacionados a um filme ou qualquer outra coisa na indústria", disse Hemsworth. "Você perde a perspectiva."

Agora com a pandemia do novo coronavírus, o ator está passando a quarentena ao lado da esposa Elsa Pataky e os três filhos; India, Tristan e Sasha, na Austrália, "Não há uma única pessoa [em Byron Bay, Nova Gales do Sul, Austrália] com quem eu interaja, ou amigos íntimos, que realmente esteja na indústria e que seja extremamente refrescante", afirmou.

Essa não foi a primeira vez que Chris Hemsworth falou sobre sua insatisfação em morar na capital do cinema, Hollywood. Anteriormente, em entrevista à revista OK!, o astro disse que "você meio que perde o contato com a realidade".

Com tempo de sobra, Hemsworth tem feito lives em suas redes sociais, assim como as demais celebridades que incentivam as pessoas a ficarem em suas casas para se protegerem da pandemia. "Apenas aproveite. Tudo voa", ressaltou o ator.

Sem novos projetos em vista, o irmão do Liam Hemsworth tem aproveitado o tempo com a família e não é de hoje. Em agosto do ano passado, o ator já tinha dito que estava diminuindo sua agenda para priorizar a vida pessoal.

“Estou em casa agora, tirando os próximos seis meses para passar mais tempo com as crianças e minha esposa. Só vou fazer merendas e levar e buscar na escola", disse o ator em uma entrevista ao podcast Men’s Health Strenght Sessions.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem