Celebridades

Novo programa de Angélica na Globo empaca com possível avanço de candidatura de Huck

Atualmente, apresentadora faz participação especial em 'A Dona do Pedaço'

Angélica faz participação especial na trama de Walcyr Carrasco
Angélica faz participação especial na trama de Walcyr Carrasco - João Miguel Júnior/Globo
São Paulo

Longe da TV desde o término do Estrelas, em abril de 2018, Angélica começou um ensaio para retornar às tardes de sábado no mês passado, quando gravou o primeiro piloto do programa, cujo o nome provisório é Curva da Felicidade.

O avanço da possibilidade do marido, Luciano Huck, de concorrer à Presidência em 2022, porém, fez com que a Globo segurasse o programa, que ainda não foi 100% aprovado pela direção da emissora, segundo o colunista do UOL, Ricardo Feltrin. 

De acordo com o colunista, Angélica havia gravado vários quadros e havia a previsão de que a atração pudesse estrear em abril de 2020 na faixa hoje ocupada pelo Só Toca Top. No entanto, ninguém mais fala em prazos na Globo. Em nota, a emissora disse à coluna que um "piloto faz parte do processo de desenvolvimento de um programa, e que eles não pressupõem datas de exibição". 

Nesta sexta-feira (25), o apresentador Luciano Huck despistou sobre seus planos, mas falou muito de eleições e política em um evento em São Paulo. Ele defendeu mudanças no financiamento de campanhas, disse apoiar o voto distrital e demonstrou simpatia pelo parlamentarismo. A Globo já se manifestou que, caso Huck se candidate, ele e a mulher, Angélica, serão desligados para sempre da emissora. 

O apresentador da TV Globo, que não está filiado a nenhum partido, afirmou ainda no evento ter ressalvas sobre a possibilidade de autorização para candidaturas independentes no Brasil. O STF (Supremo Tribunal Federal) fará audiência pública sobre o tema em dezembro e julgará uma ação sobre a possibilidade de permitir a candidatura de pessoas sem filiação. 

Nesta semana, Angélica foi uma das convidadas do programa Se Joga, e faz uma participação especial na trama de Walcyr Carrasco, " A Dona do Pedaço". "Um convite cheio de carinho e respeito feito pelo Walcyr [Carrasco, autor da trama], que foi quem me presenteou com a personagem Ceci da série 'O Guarani', na extinta Manchete, quando eu tinha 16 anos. Adoro a novela e vou contracenar com amigos", disse a apresentadora ao F5, antes de entrar na trama.

Angélica também pode ser no canal Viva, que reprisa a novela infantil "Caça Talentos", sucesso no fim dos anos 1990. Na história, Bela (Angélica), ainda bebê, sofre um acidente de carro com os seus pais, que acabam morrendo. Ela é achada, no meio da floresta, pelas fadas Violeta (Bettina Viany) e Margarida (Marilu Bueno). As duas decidem criá-la em um universo mágico, cercada por duendes, fadas e unicórnios. Mas Bela descobre que é humana e precisa se decidir: tornar-se fada para sempre ou viver no mundo real.

Para fazer a sua escolha, ela precisa conhecer como vivem os seres humanos. É, por isso, que acaba indo parar na agência de publicidade Caça Talentos, situada na fronteira entre os dois mundos. Lá, ela se apaixona pelo dono da agência, Artur, personagem interpretado por Eduardo Galvão, que recentemente voltou para Globo na novela "Bom Sucesso".

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem