Celebridades

Filho de Angélica e Huck sofre acidente de lancha; 'ele foi operado e passa bem', avisa apresentador

Benicio, 11, estava com a família em Ilha Grande, no Rio de Janeiro

Luciano Huck e a Angélica passaram o Réveillon em Angra dos Reis (RJ) com os filhos
Luciano Huck e a Angélica passaram o Réveillon em Angra dos Reis (RJ) com os filhos - Reprodução/Instagram/lucianohuck
 
Luciano Cavenagui
São Paulo

​ O filho do meio dos apresentadores Luciano Huck e Angélica, Benício, 11, sofreu um acidente neste sábado (22) durante um passeio de lancha com a família em Ilha Grande, no Rio de Janeiro.

Em mensagem nas redes sociais na manhã desde domingo (22), o apresentador disse que o filho está em observação. "Nosso filho Benício sofreu um acidente praticando wakeboard na tarde de ontem, na Baía de Ilha de Grande (RJ). Ele foi operado no hospital Copa Star e passa bem. Agradecemos as inúmeras preces", disse Huck em mensagem assinada por ele e Angélica em seu Instagram.

Luciano chegou ao hospital de helicóptero, por volta da meia-noite, para acompanhar os procedimentos.

Inicialmente, havia chegado a informação de que o acidente teria acontecido com Joaquim, 14 ​

No sábado, no Instagram, o apresentador registrou o passeio em um momento em que observavam uma baleia. O apresentador interage com os três filhos. "Olha Joaquim, olha Beni, está vendo, Eva? Está mais pertinho, bem devagarzinho e está super calminha, hein", fala Luciano em um vídeo.

Além de Benício e Joaquim, Angélica e Luciano Huck são também pais de Eva, de seis anos.

OUTRO SUSTO

Em 2015, toda a família dos apresentadores Luciano Huck e Angelica tomaram um susto quando o avião em que eles estavam fez um pouso forçado em Mato Grosso do Sul. 
 
Eles viajavam com os três filhos e duas babás e todos foram socorridos e encaminhados para o Hospital Santa Casa, em Campo Grande (MS).
 

Luciano Huck e os filhos viajaram para Mato Grosso do Sul para acompanhar uma série de gravações de Angélica feitas no Pantanal para seu programa semanal "Estrelas", da Rede Globo. 

A aeronave decolou de uma estância turística do Pantanal localizada na cidade de Miranda (MS) e tinha a previsão de pousar no aeroporto da capital do Estado. O avião de prefixo PT-ENM é de propriedade da companhia Mato Grosso do Sul Táxi Aéreo LTDA e, segundo a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), estava em situação regular.

Quase um ano após o acidente, Angelica disse que o trauma foi duro e que ela o curou com meditação.

 
 
 
Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem