Celebridades

Príncipe Charles abre pousada na Escócia com diárias a partir de R$ 750; veja fotos

The Granary Lodge fica no interior da Escócia

príncipe charles observa fotos na parede da pousada
The Granary Lodge é a pousada construída por Charles - são dez quartos luxuosos na costa norte da Escócia - Divulgação
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

Herdeiro da coroa britânica, o príncipe Charles inaugurou uma pousada em Caithness, cidade que fica na costa norte da Escócia.

A pousada chamada The Granary Lodge tem dez quartos diferentes disponíveis, dois deles são suítes, com todo o charme do estilo inglês.

Os preços não são totalmente absurdos por se tratar de uma pousada de luxo e com poucos quartos. Há diárias a partir de 145 libras (pouco mais de R$ 750). 

Cada quarto tem um estilo diferente. Se um tem uma cabeceira de cama com padrões florais e desenhos emoldurados de crustáceos, outro é adornado com desenhos quentes de plantas. Um banheiro azul claro dispõe de uma banheira independente, segundo descrição da revista Vogue, convidada para a abertura da pousada.

O empreendimento fica nas terras do Castelo Gardens of Mey, antiga residência da avó do príncipe Charles, a rainha Elizabeth, que comprou o castelo em 1952 e morreu em 2002. O castelo é aberto a visitação turística e pode fazer parte do passeio de quem se hospeda por lá.

O jardim do castelo é tão extenso que há visitas só para esse espaço, que recebe mais de 25 mil turistas por ano. 

Além das suítes de luxo, a pousada de Charles terá um café da manhã especial, preparado com ingredientes locais. 

O desenvolvimento da pousada foi administrado pela Prince’s Foundation, da qual o príncipe Charles é presidente. Os lucros do empreendimento “irão manter e operar a propriedade como um destino turístico”, informou a realeza britânica em comunicado oficial. 

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem