Celebridades

Meghan Markle decide fazer parto na água em hospital, seguindo os passos de Amal Clooney

Duquesa exigiu apenas médicas mulheres para o parto

Harry e Meghan
Harry e Meghan - Fadel Sena/AFP
São Paulo

A duquesa Meghan Markle, 37, estava se preparando para um parto em casa com yoga e meditação, mas mudou de ideia segundo o tabloide britânico The Sun. O parto agora será feito em um hospital que mantém um setor especializado em partos na água.

Fontes próximas da família real afirmam que o bebê de Meghan e Harry deve nascer no mesmo setor do Hospital Chelsea and Westminster que os filhos de Amal e George Clooney nasceram.

Esse setor é dedicado a nascimentos na água, e todos envolvidos no parto são estimulados com os sons e vibrações que tranquilizam. Os melhores obstetras foram escalados para o nascimento que pode custar em torno de £15,000  (mais de R$ 76 mil). 

Faz parte dessa equipe o médico  Guy Thorpe-Beeston, que fez o parto dos filhos de Kate e William. No entanto, Meghan, como feminista, afirmou que deseja ter uma equipe formada somente por mulheres.

A duquesa teria feito suas escolhas para o parto, após ouvir os conselhos de sua mãe,  Doria ­Ragland, e de Amal Clooney. Meghan chegou a cogitar um parto em casa, mas depois chegou à conclusão de que seria melhor ir ao hospital. 

Buckingham Palace já anunciou que o casal não dará notícias logo após o nascimento do bebê, já que eles esperam celebrar o momento de forma privada. Seguranças e guarda-costas estarão a postos para garantir a privacidade da família.

A unidade do hospital chamada de "The Kensington" oferece salmão defumado no café da manhã, garrafas de champagne e suítes privadas à convidados com televisão, frigobar e internet. Médicos ficam disponíveis 24 horas por dia após a internação. 

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias