Celebridades

Conor Maynard diz que bandido quebrou vidro do carro: 'Nunca estive tão perto de uma arma'

Cantor afirmou que o fato não distorceu sua visão sobre o Brasil

O cantor britânico Conor Maynard
O cantor britânico Conor Maynard - Reprodução/Instagram/ conormaynard

São Paulo

O cantor britânico Conor Maynard, 26, usou as redes sociais para contar os momentos de tensão pelo qual passou ao sofrer uma tentativa de assalto na rua Oscar Freire, local que se concentra importantes lojas de luxo em São Paulo. 

A tentativa de assalto aconteceu no último domingo (3) quando o artista estava dentro de um carro, com motorista do Uber, com seu empresário. No dia anterior, o músico havia participado do Planeta Atlântica, festival de música no Rio Grande Sul, com o DJ Alok

"Meu empresário e eu pegamos um Uber para voltarmos ao hotel quando o motorista parou em um sinal vermelho. Nós estávamos sentados no banco de trás quando fomos abordados por um motociclista que começou a bater no vidro apontando a arma", disse o músico em seu perfil no Instagram. 

 

​Maynard afirmou que o bandido continuou batendo até conseguir quebrar a janela e abrir um buraco. "Nunca estive tão perto de uma arma. Com o susto, o bandido acabou indo embora e conseguimos fugir."

Conor Maynard estava no Brasil para divulgar a música "Pray", parceria com Alok. Com o susto, o músico resolver cancelar as entrevistas na terça e antecipou seu retorno para Inglaterra. A tentativa de assalto também repercutiu nos jornais britânicos, como The Sun, Mirror UK e Daily Mail. 

"Foi Aterrorizante. Conor Maynard tem arma apontada para a cabeça em tentativa de assalto em Uber no Brasil", escreveu The Sun. "Conor Maynard revela que teve arma apontada em sua cabeça em uma tentativa aterrorizante de roubo no Brasil, e que temeu por sua vida", estampou o Daily Mail. Já o Mirror UK publicou: 'Conor Maynard teve arma apontada na cabeça no Brasil durante assalto aterrorizante".

Apesar da tentativa de assalto, Conor Maynard afirmou o fato ocorrido não distorceu sua visão sobre o Brasil. "As pessoas me perguntam se eu odeio o país, mas nunca basearia minha opinião com base em um incidente. O pouco tempo que estive lá foi maravilhoso e eu ficaria feliz em voltar para fazer outro show."​

Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem