Celebridades

Atriz Gwyneth Paltrow é processada por acidente de esqui e poderá pagar R$ 11,4 mi para médico

Artista nega envolvimento em acidente ocorrido em 2016 nos EUA

Gwyneth Paltrow
Gwyneth Paltrow - (Ryan Pfluger/The New York Times

São Paulo

A atriz Gwyneth Paltrow, 46, está sendo processada por um médico de Utah, nos Estados Unidos, por um suposto acidente de esqui que ela teria provocado em fevereiro de 2016. Ele a acusa de não tê-lo socorrido e pede uma indenização de US$ 3,1 milhões (cerca de R$ 11,4 mi). 

Segundo o site da revista People, o médico, identificado como Terry Sanderson, 72, afirma no processo que a atriz “esquiava fora de controle”, no Deer Valley Resort, em Utah, quando o atingiu nas costas. Ele afirma ainda que Paltrow levantou e saiu esquiando, deixando-o caído, gravemente ferido. 

O médico também afirma no processo que o instrutor de esqui que acompanhava a atriz na ocasião apresentou um relatório falso isentando-a de qualquer responsabilidade. “Ela sabia que era errado atingi-lo nas costas e deixá-lo no local do acidente que ela causou, mas ela fez assim mesmo”, aponta o processo. 

Sanderson afirma, segundo a agência Associated Press, que quebrou algumas costelas no acidente. Ele também diz ter demorado para iniciar o processo por conta das contusões e por ter tido problemas com advogados anteriores. 

Procurado, um representante da atriz afirmou à revista People que “este processo é completamente sem mérito. Qualquer um que leia os fatos perceberá isso”. O resort em que ocorreu o acidente também é citado como culpado no processo. 

Paltrow ganhou o Oscar de melhor atriz em 1999 pelo filme “Shakespeare Apaixonado” (1998) e é fundadora do site de bem-estar Goop. Ela também estará no próximo filme da franquia Vingadores, que deve estrear em abril deste ano no Brasil. 

Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem